Esta startup quer usar a inteligência artificial para resolver os problemas das empresas

Descubra a startup que usa inteligência artificial

No contexto atual, em que as descobertas tecnológicas e os novos processos automatizados melhoram a eficiência das empresas todos os dias, não faz qualquer sentido continuar a usar as mesmas ferramentas de diagnóstico e identificação de problemas na produção que se usava antigamente. Quem o diz é Shravane Balabasqer, fundador da Prognostic, uma das startups escolhidas pela PRIO no âmbito do programa intensivo JumpStart e que junta empresas com propostas inovadoras para revolucionar o sector industrial.

Especializada no trabalho com empresas do sector químico e de hidrocarbonetos, minas e energia, a Prognostic é uma plataforma de inteligência artificial construída como o objetivo de automatizar os processos de diagnóstico e de tomada de decisão com vista ao aumento da eficiência operacional. Conjugando vários “processos analíticos para identificar potenciais problemas e fornecer soluções para os resolver”, a Prognostic “ajuda as equipas a antecipar falhas no sistema e a identificar os erros que estão na base desses problemas”, explica Shravane Balabasqer.

“Depois de integrado, este sistema pode ainda identificar peças que precisem de ser substituídas ou reparadas e enviar uma notificação aos responsáveis”, refere o fundador da Prognostic, sublinhando que a inteligência artificial da plataforma armazena toda a informação recolhida, por forma a identificar padrões e criar regras que melhoram a eficiência dos processos produtivos no futuro.

PRIO cria concurso de reciclagem de óleo entre escolas

PRIO Top Level

Já arrancou a 1.ª Edição do Concurso Regional Escola PRIO TOP LEVEL, que vai colocar cerca de seis mil alunos dos 1.º, 2.º e 3.º ciclos de 23 escolas da região da Beira Interior em competição pela separação e reciclagem de óleos alimentares usados (OAU).

A iniciativa, organizada pela PRIO e pela Hardlevel, em parceria com a RNAE – Associação das Agências de Energia e Ambiente e pela ENERAREA – Agência Regional de Energia e Ambiente do Interior, vai decorrer ao longo dos próximos quatro meses em 10 municípios da região, nomeadamente Almeida, Belmonte, Figueira Castelo Rodrigo, Fundão, Guarda, Manteigas, Pinhel, Gouveia, Seia e Covilhã. Durante este período, cada escola – que está equipada com um oleão simples PRIO TOP LEVEL – vai tentar recolher a maior quantidade possível de óleos alimentares usados.

Para alcançar este objetivo, cada aluno recebeu um kit didático composto por: jogo de cartas didáticas, para que possam jogar em família e ao mesmo tempo aprender qual a importância de reciclar os óleos alimentares usados, assim como um funil para tornar mais fácil a reciclagem.

A par do concurso, a PRIO irá ainda realizar um vasto conjunto de ações de sensibilização em cada escola. Estas ações contarão com a presença da Mascote Ólina e com uma equipa da organização para explicar a importância da reciclagem de OAU e como se transforma OAU em biodiesel, um biocombustível amigo do ambiente.

Os alunos que participem neste concurso vão poder ainda acompanhar em tempo real a evolução da competição, através do site www.escolapriotoplevel.pt. Aqui, toda a comunidade escolar que está inscrita no Concurso, pode consultar o regulamento, ficar a saber mais sobre o projeto PRIO TOP LEVEL e descarregar atividades lúdicas para jogar com família e amigos, bem como o jogar online o PAC-OLINA.

“Acreditamos que esta iniciativa terá um impacto muito positivo, quer para o ambiente quer para a região. Com a dinâmica associada a este Concurso, iremos sensibilizar os cerca de 6.000 alunos inscritos bem como toda a comunidade envolvente. Juntos queremos sensibilizar a população jovem da região da Beira Interior para reciclar o óleo alimentar usado; chegar à casa das 78.000 famílias que residem nos 10 Municípios participantes e recolher cerca de 10.000 litros de óleos alimentares usados.”, referiu durante a cerimónia, Nuno Correia da PRIO.

Descubra em que postos está o combustível mais barato do País

Aqui está o gasóleo mais barato

O arranque do ano é sempre uma boa altura para criar rotinas que nos permitam poupar dinheiro ao longo do ano. Sabemos que a despesa com combustível é uma das que mais pesa no bolso todos os meses e, apesar de sabermos que a simples escolha do posto em que abastecemos o nosso carro pode fazer toda a diferença, queremos ajudá-lo a saber onde é que consegue poupar mais.

Decidimos fazer um teste e registar os preços dos combustíveis em várias marcas, para depois os comparar com os preços da PRIO e perceber se quando vai a um posto PRIO está mesmo a poupar dinheiro. Com a ajuda da Direção Geral de Energia e Geologia escolhemos 5 postos com uma localização semelhante, pegámos no carro e fomos fazer o teste.

De bloco na mão, registámos os preços – em vigor no dia 25 de janeiro – dos vários combustíveis presentes em cada um dos postos que visitámos: um posto da PRIO e quatro outros postos de marcas concorrentes. Em cada um dos casos analisámos os preços do gasóleo simples e os preços do gasóleo aditivado e fizemos o mesmo exercício no caso da gasolina 95 – simples e aditivada.

Os resultados são mais do que claros: a PRIO é a campeã destacada em toda a linha, como se pode verificar no quadro em baixo. E se no caso da gasolina 95 especial o diferencial de preços entre a PRIO e as restantes marcas pode ir até aos 13,4 cêntimos, no caso do gasóleo especial, a diferença de valores é ainda maior, com a PRIO a cobrar menos 20 cêntimos por litro do que uma das marcas em análise.

quadro comparativo por litro

Estes valores são ainda mais expressivos se considerarmos um abastecimento de 40 litros: se atestarmos o carro com este volume de gasóleo especial, a poupança total obtida na PRIO, em comparação com os preços praticados pelos concorrentes, chega aos 8 euros. Já no caso da gasolina especial, o diferencial de valor é, em alguns casos, superior a 5 euros.

Quadro comparativo deposito cheio

9 lugares de sonho que tem de conhecer em 2018

Sítios de sonho que tem de conhecer em Portugal

Portugal está na moda, faz parte da elite do turismo mundial e tem todos os aperitivos que tornam obrigatório visitá-lo. Portugal está tão na moda, que em 2017 Lisboa reclamou para si o galardão de “Melhor Destino para City Break do Mundo” pela sua oferta de excelência no que respeita a estadias de curta duração.

Lisboa está na moda, o arquipélago da Madeira foi considerado o melhor destino turístico europeu no capítulo das ilhas, o Algarve recebeu um WTA para o melhor destino turístico de praia na Europa e o rol de destinos nacionais com potencial de “maravilhas” multiplica-se.

O nosso País esconde lugares únicos que provavelmente nunca sonhou visitar, mas uma coisa é certa: devia. Por que não aproveitar uma semana de férias ou alguns fins de semana prolongados de 2018 para ficar a conhecer mais do território nacional? Veja a lista de sugestões que preparámos para si e inspire-se.

E se precisar de abastecer o seu carroa meio do caminho, já sabe que pode sempre aproveitar para abastecer num dos postos PRIO mais próximos da localidade que eleger. Há descontos que vão até aos dez cêntimos por litro, todos os dias do ano.

 

quinta da pitarrela_br

Peso da Régua, Quinta da Pitarrela
Casas senhoriais, quintas produtoras de vinho, palacetes, um cais fluvial onde passam diariamente cruzeiros do Douro e paisagens de cortar a respiração. Estão reunidas as condições perfeitas para uma escapadinha a Peso da Régua, a capital da região demarcada que produz o célebre vinho do Porto.
Para pernoitar, sugerimos o turismo rural Quinta da Pitarrela, situada a três quilómetros da Régua. A quinta da família Ribeiro tem apenas duas casas – a Casa Rosa que tem dois quartos, e a Casa Xisto, com cinco quartos –, e uma piscina virada para o Douro. Tentador, não?

 

sao lourenço do barrocal_br

Monsaraz, São Lourenço do Barrocal
Se é amante das paisagens alentejanas, sugerimos um pulinho à airosa vila medieval de Monsaraz. Vencedora na categoria “Aldeias Monumento” do concurso 7 Maravilhas de Portugal Aldeias, a histórica povoação alentejana é destino obrigatório na sua lista de lugares a visitar em 2018.
Se já o convencemos, deixamos-lhe uma sugestão de alojamento: o complexo turístico São Lourenço do Barrocal, situado no início de uma colina de Monsaraz, bem perto do lago Alqueva. O primeiro cinco estrelas desta região, tem 24 quartos, 16 casas, um spa e uma piscina.

 

refugios do pinhal_br

Castelo Branco, Refúgios do Pinhal
Considerado um autêntico museu ao ar livre, repleto de magníficos vestígios do passado e berço das mais antigas tradições, a “Capital da Beira Baixa” é uma cidade a apontar no mapa.
Aproveite um dos fins de semana prolongados do ano para visitar este destino turístico pouco óbvio e surpreenda-se com a oferta histórica que tem para lhe oferecer. Uma oportunidade única para ficar a conhecer o turismo rural Refúgios do Pinhal, situado a cerca de um quilómetro da vila de Oleiros e a escassos metros da Ribeira Grande. A promessa? Acordar com o sol a beijar a terra.

 

ericeira in love hostel_br

Ericeira, Ericeira in Love Hostel
Tem praias, tem surf, tem ouriços, tem cestaria, tem peixe grelhado e a discoteca mais antiga do país. Razões mais do que válidas para ir passear até à Ericeira e ficar alojado no Ericeira in Love Hostel.
Situado na vila histórica, junto à Praia do Sul, é giro, cozy, romântico, tem um estilo Bohemian Hippie Chic e uma cozinha totalmente equipada, ideal para quem adora cozinhar e dispensa fazer todas as refeições fora.

 

santa luzia art hotel_br
Guimarães, Santa Luzia Art Hotel
Se é um verdadeiro aficionado por arte, está na altura de conhecer o Santa Luzia Art Hotel, um espaço moderno que, logo à chegada, nos transporta para a ideia de galeria de arte. Destaque para o pátio interior no piso térreo que tem umas bancadas com vista para um espelho de água.
Nunca é demais relembrar que esta pitoresca cidade situada no distrito de Braga foi considerada Património Mundial da UNESCO em 2001 e Capital Europeia da Cultura em 2012. Se dúvidas existiam, acabámos de lhe dar inúmeras razões para passar por lá.

 

vila dos castanheiros_br
Ferreira do Zêzere, Vila dos Castanheiros
Ficou em primeiro lugar no top dos destinos tendência realizado pela trivago e é fácil perceber porquê: serras e vales verdejantes que escondem verdadeiros tesouros naturais inesperados.
Se decidir aceitar a nossa sugestão e ir até a este destino náutico, ideal para a prática de atividades de lazer, e não tiver ideia de sítio para ficar alojado, pondere a Vila dos Castanheiros, popular, entre outras coisas, pela simpatia de Manuela, a sua anfitriã.

 

retiro do bosque_br

Minde, Retiro do Bosque Country House
Antes que possa perguntar onde fica porque provavelmente nunca tinha sequer ouvido falar, a freguesia de Minde situa-se no concelho de Alcanena. Tem grutas, trilhos para amantes de trekking e um retiro ideal para um fim de semana romântico, de onde nunca mais vai querer sair.
Vai mesmo ter de ver com os próprios olhos, mas não custa abrir-lhe o apetite: fica num pequeno bosque com vista para o polje (depressão com fundo plano) de Mira-Minde, o maior da região, em pleno Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, e diz quem já lá esteve que um “ótimo sítio para recarregar baterias”.

 

Casa Senhora da Guia_br

Marialva, Casa Senhora da Guia das Casas do Côro
É uma das 12 aldeias históricas de Portugal, situa-se a poucos minutos da cidade de Mêda, distrito da Guarda, e é uma das relíquias vivas da nossa ancestralidade.
Se o objetivo for visitar Marialva ao jeito de escapadinha de inverno, reserve um quarto na Casa Senhora da Guia das Casas do Côro. Tem a lareira ao fundo da poltrona, uma zona de estar e um balcão exterior com mesa, cadeiras e um jardim. A imagem fala por si.

 

casas do moinh_br

Odeceixe, Casas do Moinho
Situada na Costa Vicentina, esta idílica vila desenhada ao longo de um simpático vale é local de culto para amantes da natureza e gastronomia local.
Se a Costa Alentejana estiver incluída no seu roteiro de locais a visitar em 2018, e quiser vivenciar o verdadeiro espírito de aldeia, sugerimos as Casas do Moinho, espalhadas pela Aldeia Nova do Conselho, para ficar hospedado.

A National Geographic regressa a Aveiro em dezembro

NAtional Geografic volta a Aveiro com a PRIO

Já é oficial: o Exodus Aveiro Fest vai voltar a Aveiro. Aquele que é um dos maiores festivais mundiais de fotografia e vídeo de viagem e que conta com o carimbo do National Geographic regressa já em 2018, nos dias 1 e 2 de dezembro.

Patrocinada pela PRIO, a primeira edição deste evento que reuniu alguns dos melhores fotógrafos e videógrafos do mundo nesta área, foi um verdadeiro sucesso. Ao todo, foram mais de 1500 os visitantes que estiveram em Aveiro a assistir a exposições fotográficas, a speaking sessions, travel talks, masterclasses e atividades de enriquecimento criativo. Além dos muitos portugueses que estiveram presentes, participaram também nesta primeira edição do Exodus Aveiro Fest visitantes de países tão diversos como Espanha, Canadá, Luxemburgo, Alemanha, Holanda, Inglaterra, EUA, Irlanda, Suíça, Finlândia, Inglaterra e Paquistão.

De acordo com a organização do evento, o cartaz para a segunda edição do festival ainda não está fechado, embora haja já alguns nomes confirmados. Annie Griffiths, Céline Cousteau, Eduardo Leal, Jody MacDonald, Matthieu Paley, Rob Whitworth, Timothy Allen e William Albert Allard são alguns dos fotógrafos e videógrafos de renome internacional que poderá ver em dezembro.

Mas as boas notícias não ficam por aqui, já que arrancou no passado dia 20 de janeiro a exposição “Discover the world through image”. Nesta mostra há um conjunto de 108 imagens únicas para contemplar, da autoria dos oradores convidados da primeira edição do festival Exodus Fest – Ami Vitale, Elia Locardi, GMB Akash, Konsta Punkka, Mário Cruz, Michael Clark, Oliver Astrologo, Pete McBride e Shams. “Discover the world through image” está na na galeria da antiga Capitania do Porto de Aveiro, e decorre até dia 28 de fevereiro.

PRIO dá energia a Hugo Vau para enfrentar as ondas gigantes da Nazaré

A PRIO arrancou o ano da melhor maneira, dando uma energia extra ao surfista Hugo Vau. O especialista em ondas gigantes é embaixador da marca e está na Nazaré para tentar bater o já mítico recorde de Garrett McNamara e surfar a maior onda de sempre.

Para o ajudar neste objetivo, a PRIO construiu na Nazaré, junto da Mercedes Benz Lounge & Garage, um lounge PRIO para acolher o Hugo Vau nos seus retiros e apoiar mais atletas no pré e pós mar.

PRIO a energia do Surf do Hugo Vau

 

O embaixador da PRIO, que esta semana poderá ter surfado a maior onda de sempre na Nazaré, vai ainda ser o protagonista de três webstories que serão divulgadas ao longo das próximas semanas, tendo a primeira sido já publicada na sexta-feira, dia 19 de janeiro.

Veja aqui a primeira parte desta webstory e fique a perceber de onde vem a energia do Hugo Vau.
Episódio 1 – 1ª parte

Episódio 1 – 2ª parte

Episódio 1 – 3ª parte

5 dicas para poupar a embraiagem do seu carro

dicas para não gastar dinheiro com a embraiagem

Janeiro não marca apenas o início de um novo ano. É também o mês de alguns regressos, mais ou menos difíceis – ao trabalho e às aulas –, que acarretam um constrangimento adicional inevitável: o trânsito e, consequentemente, o desgaste do carro.

Estar parado em engarrafamentos não se traduz apenas no aumento do nível de stress. Filas de trânsito são também sinónimo de desgaste de componentes importantes do automóvel. Quantas vezes, durante as dezenas de paragens que é obrigado a fazer, mantém o pé na embraiagem quase de forma automática? É um hábito comum a muitos condutores, que pode conduzir à necessidade de substituição deste componente antes do que era suposto.

O tempo de vida útil de uma embraiagem é, em média, de 100 mil quilómetros num carro a gasolina e 150 mil num a diesel, mas pode diminuir consideravelmente às custas de estilos de condução indevidos. Para evitar custos de manutenção indesejados com uma nova embraiagem antes do tempo previsto, atente às seguintes dicas, que deve aplicar sempre que possível.

Pode poupar entre 150 e 400 euros – preço de um kit de embraiagem, dependendo do modelo do carro.

1. Evite apoiar o pé no pedal da embraiagem – ao fazê-lo, está a provocar o desgaste do disco, pelo que, sempre que não estiver a usá-la, deve tentar pousar o pé do lado esquerdo do pedal da embraiagem, onde há, por norma, um espaço para descanso.

2. Troque de mudança de forma progressiva – acelerar ou reduzir a velocidade de forma brusca, saltando mudanças não é saudável para a embraiagem, além de que pode significar o aumento do consumo de combustível.

3. Trave antes das lombas – ao fazê-lo está a reduzir o impacto na embraiagem. Sempre que avistar uma lomba, deve reduzir a velocidade, trocar a mudança e tirar o pé da embraiagem.

4. Use o travão de mão sempre que tiver de arrancar em subidas – é comum, sobretudo quando se tem a carta de condução há pouco tempo, deixar o carro ir abaixo em subidas. Em vez de tentar arrancar continuadamente recorrendo à embraiagem, opte por usar o travão de mão.

5. Controle o estado da embraiagem nas idas à revisão – é importante verificar regularmente o estado do cabo que aciona a embraiagem, nomeadamente se detetar algum comportamento estranho deste componente.

10 concertos que não pode perder este ano

Os melhores concertos para ver este ano

Se há alguma coisa garantida em relação a 2018 é que este será um ano grandioso para amantes de música em Portugal. A lista de concertos já confirmados para este ano é extensa e promete momentos inesquecíveis.

Se uma das suas resoluções para o novo ano é continuar a ouvir boa música, está na hora de começar a fazer escolhas. Se possível, antes que a palavra “esgotado” volte a passar-lhe a perna.

Há concertos de norte a sul do país, nomes sonantes a chamá-lo para os festivais de música, e uma lista feita por nós para lhe facilitar a vida. Cabe-lhe a árdua tarefa de eleger os concertos que não pode mesmo perder. Isto se, entretanto, não decidir que o melhor é mesmo ir a todos.

Veja aqui a lista dos 10 concertos que não pode mesmo perder em 2018:

Sarah McCoy (Teatro Ibérico, Lisboa – 8 de março; Auditório do C.C. Chaves – 9 de março; Teatro Cinema, Fafe – 10 de março; Laboratório Artes Teatro Vista Alegra, Ílhavo – 11 de março)
A pianista norte-americana de 32 anos estreia-se em Portugal no próximo mês de março para dar a conhecer a sua voz poderosa e carregada de soul. O preço dos bilhetes ronda os 10€.

Bob Dylan (Altice Arena, Lisboa – 22 de março)
O músico que recebeu o Prémio Nobel da Literatura em 2017 regressa a Portugal pela sétima vez, depois da última atuação no Optimus Alive em 2008. O preço dos bilhetes varia entre os 39 e os 240€.

Benjamim Clementine (Centro Cultural, Viana do Castelo – 26 de março; Centro de Artes e Espetáculos, Figueira da Foz – 27 de março; Campo Pequeno, Lisboa – 28 de março)
Vencedor do Mercury Prize em 2015, o músico britânico regressa ao nosso país em março, depois de ter lançado o segundo álbum de originais – “I Tell a Fly” – em outubro do ano passado. O preço dos bilhetes varia entre os 20 e os 40€.

Angel Olsen (Centro Cultural Vila Flôr, Guimarães – 13 de maio; Teatro da Trindade, Lisboa – 14 de maio)
A cantora e compositora norte-americana acaba de editar Phases, álbum que compila canções ‘avulso’ gravadas nos últimos anos, e regressa a Portugal depois de ter atuado no NOS Primavera Sound em 2017. Preço dos bilhetes: 25€.

Steve Aoki (EDP Beach Party, Praia do Aterro Norte, Matosinhos – 29 e 30 de junho)
O DJ e produtor norte-americano é a primeira confirmação da EDP Beach Party, o festival de música eletrónica da praia do Aterro. O preço dos bilhetes varia entre os 17 (diário) e os 27€ (passe) até 28 de fevereiro.

Lenny Kravitz (Altice Arena, Lisboa – 1 de julho)
O músico norte-americano volta a subir aos palcos nacionais com a digressão Raise Vibration Tour 2018. O preço dos bilhetes varia entre os 35 e os 59€.

David Byrne (EDP Cool Jazz, Parque dos Poetas, Oeiras – 11 de julho)
Conhecido pela sua ligação aos Talking Heads, mas também pela sua carreira a solo, o conceituado músico escocês-americano regressa a Portugal quase uma década depois de ter atuado no Coliseu dos Recreios. O preço dos bilhetes varia entre os 25 e os 70€.

Hurray for the Rief Raff (Theatro Circo de Braga – 17 de julho)
A banda de Alynda Segarra formada em 2017 sobe pela primeira vez a um palco português para mostrar porque é que o álbum de estreia – “Navigator” – surgiu em várias listas de melhores discos do ano passado. Preço dos bilhetes: 12€.

Hardwell (Zambujeira do Mar – 09 de agosto)
Considerado mais do que uma vez o melhor DJ do mundo pela revista DJ Mag, Hardwell regressa a Portugal em 2018 para atuar no palco MEO do MEO Sudoeste. O preço dos bilhetes varia entre os 50 (diário) e os 105€ (passe) até 31 de março.

Björk (Vodafone Paredes de Coura – 18 de agosto)
Editou recentemente o álbum “Utopia” e é a primeira confirmação do festival minhoto. Preço do passe geral: 85€.

Produtos surpreendentes que encontra nos postos PRIO

Alimentos que encontra nos postos PRIO

Se ainda acha que num posto de abastecimento tudo o que pode fazer é abastecer o seu carro de combustível, verificar a pressão dos pneus ou comprar pastilhas e beber um café rápido, seguramente não tem passado por nenhum posto PRIO nos últimos tempos. É que PRIO é muito mais do que a rede de postos que lhe garante uma poupança que vai até aos dez cêntimos por litro todos os dias do ano.

Descubra aqui os produtos surpreendentes que pode comprar nas lojas de conveniência PRIO:

Refeições rápidas
Arroz de pato, lasanha, bacalhau à brás ou francesinhas. Nas lojas de conveniência da PRIO encontra todo o tipo de soluções de refeições rápidas e prontas a comer. Ideais para aqueles dias em que sai mais tarde do trabalho e em que não lhe apetece perder tempo em supermercados ou a cozinhar.

Perfumes
Hugo Boss, DKNY, Calvin Klein, Roberto Cavalli, Tommy Hilfiger ou Burberry. Estes são apenas algumas das marcas de perfume com descontos únicos que encontra por estes dias nos postos PRIO. A única preocupação que vai ter será atestar o seu carro e escolher que marca fica melhor a que elemento da sua família.

Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica
Naqueles dias em que estamos no trabalho e sentimos que estamos mesmo a ficar engripados, muitas vezes com uma ponta de febre, a única coisa que queremos fazer é ir a correr para casa enfiar-nos na cama. Se é cliente da PRIO sabe que não precisa de ir à procura da farmácia de serviço para comprar medicamentos que podem ajudá-lo a sentir-se melhor rapidamente. São vários os medicamentos, não sujeitos a receita médica, que encontra nos postos PRIO.

Snacks saudáveis
Barritas de cereais, snacks saudáveis de fruta desidratada, bolachas de milho e arroz. Nos Hiper Mini Market da PRIO só não compra alimentos saudáveis e saborosos quem não quer. E o melhor é que todos estes produtos são vendidos a preços muito semelhantes aos que encontra nas grandes superfícies.

Saiba quanto pode poupar com a PRIO em 2018

Descubra quanto poupa com menos dez cêntimos por litro

O início do ano é sempre um momento em que olhamos para as nossas despesas habituais e procuramos formas de passar a gastar um pouco menos todos os meses. Há várias formas de poupar algum dinheiro ao longo do ano com ações relativamente simples, mas nenhuma é tão fácil como simplesmente ir à PRIO. Fizemos as contas por si e chegámos à conclusão que, sem qualquer tipo de esforço ou sacrifício, consegue poupar perto de 50 euros ao longo do ano.

Como é que chegámos a este valor? Simples: basta saber que nos postos PRIO encontra todos os dias descontos que vão até aos dez cêntimos por litro. Sem cartões, sem dias especiais, nada. São até dez cêntimos por litro que poupa, todos os dias do ano, a qualquer hora do dia ou da noite só pelo simples facto de escolher um posto PRIO para abastecer o seu carro.

A partir daqui fica tudo mais claro. Se olharmos, por exemplo, para o caso de uma pessoa que entre os percursos de casa, escola dos miúdos, trabalho e regresso a casa percorra uma média de 20 quilómetros por dia terá feito, no final do ano, cerca de 7300 quilómetros. Continuando no plano hipotético, imaginemos que a mesma pessoa tem um carro que gasta uma média de 6,5 litros de combustível a cada 100 quilómetros.

Para percorrer os 7300 quilómetros ao longo dos 12 meses de 2018 vai precisar de abastecer a sua viatura com um pouco mais de 474 litros de combustível.

Contas feitas, se for sempre a um posto PRIO e poupar dez cêntimos por cada litro de combustível que puser no depósito do seu carro, vai chegar ao fim do ano com uma poupança total de cerca de 47 euros. Um valor bastante simpático para o esforço quase nulo que exige.

Portanto, se anda a fazer contas à vida e a pensar onde pode cortar para ter mais dinheiro disponível no final de cada mês, já sabe que nos postos PRIO a poupança é garantida. Se ainda não é cliente PRIO, basta ver na App PRIO qual é o posto mais próximo de si e começar já a poupar.