PRIO Air Show vai preencher os céus do Caramulo Motorfestival

prioairshow

Caramulo Motorfestival vai voltar a contar com o espectáculo aéreo ao longo do fim-de-semana.

O PRIO Air Show estará a cargo do Aero Clube Vintage e do Clube Aero Fenix, que prometem animar o público, além do Comandante Luís Garção.

Durante o evento, os visitantes poderão apreciar os voos rasantes e as acrobacias do avião clássico De Havilland Chipmunk, construído pelas OGMA em Alverca em 1956, pelas mãos do piloto Munkelt Gonçalves.

Poderão, ainda, assistir à perícia do Cessna 140, aos cuidados do Vintage Aero Club.

O PRIO Air Show estende-se ainda a terra, onde os visitantes poderão usufruir, de forma gratuita, de uma experiência de Realidade Virtual, simulando um voo acrobata pilotado pelo Comandante Luís Garção, assim como oferta de modelos de aviões para montar.

prio

Para mais informações, consulta o site oficial do evento em caramulo-motorfestival.com.

Estes são os medicamentos que deves levar nas férias de verão

prio-pharma-big

Já dizia o povo que “quem vai para o mar, avia-se em terra” e que “mais vale prevenir do que remediar”. E se há altura em que estes ditados fazem sentido é antes de irmos de férias. Além de tudo o que é preciso acautelar com o carro, há algumas coisas básicas que devem ir sempre connosco.

Os medicamentos, são uma destas coisas. Claro que ninguém imagina que vai ficar doente ou precisar de tomar alguma coisa durante as férias, mas já se sabe que os imprevistos acontecem. Por essa razão, nada melhor que pensar em todos os medicamentos importantes e que poderão ser imprescindíveis nestes dias que devem ser de descanso.

Já sabemos o que vais dizer: andar de farmácia em farmácia antes de ir de férias é a pior coisa que se pode fazer. Certo? Por isso é que queremos ajudar. Talvez não saibas, mas a PRIO tem cerca de 15 Postos onde se vendem Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica e que estão abertos a qualquer hora.

Ou seja, podes juntar o útil ao agradável e, antes de seguires viagem, parar na PRIO para verificar os níveis de ar dos pneus, colocar líquido no limpa pára-brisas, abastecer com descontos que vão até aos dez cêntimos por litro e, por fim, usar a PRIO Pharma para comprar o kit de medicamentos para as tuas férias.

Leva medicamentos para a dor e para a febre, como o ben-u-ron ou o Brufen, e medicamentos para o nariz congestionado, como o Acqua-Mer Spray nasal. Se levares miúdos, não te esqueças do Betadine e do Halibut.

Para aliviar queimaduras, não te esqueças de levar Bepanthene. E para as picadas de insetos leva Fenistil. Na PRIO Pharma podes ainda encontrar Voltaren, ideal para as dores musculares e inflamações de pele.

Pronto. Agora sim, é só aproveitar as férias!

Emanuel Proença em entrevista ao Jornal de Negócios

PRIO-Emanuel-JNegocios

O administrador da PRIO considera que uma das soluções “mais fáceis” para baixar a fatura dos combustíveis é a redução da carga fiscal. E relembra que o contrabando continua a ser um dos grandes problemas.

Os impostos sobre o sector da energia vão marcar as negociações do Orçamento do Estado (OE) para 2019. Um tema que é sempre “complicado” e mexe com vários factores, explicou em entrevista ao Negócios Emanuel Proença, administrador da PRIO. Para o gestor, o essencial é que as novas medidas não criem “distorções no mercado”.

Temos assistido a consecutivos aumentos dos preços dos combustíveis nas últimas semanas. O que justifica essa subida?
Os preços em Portugal seguem uma tendência de mercado internacional e os impostos que lhe são aplicados. Há realmente um custo do mercado internacional que tem vindo a subir bastante nos últimos meses. A somar a estes preços, suportados pelos distribuidores de combustível, estão os impostos. Na prática, sempre que há grandes variações nos preços do mercado europeu é inevitável: reflete-se na bomba.

A única maneira de baixar a fatura dos consumidores é através da carga fiscal?
É uma das maneiras mais fáceis.

As operadoras não podem diminuir mais a sua margem?  
A PRIO trabalha com uma lógica de preço ao consumidor final um bocado diferente, porque trabalhamos sempre com preços na bomba mais agressivos do que os restantes. Por isso, não posso estar a pronunciar-me sobre aquilo que fazem os restantes. Na distribuição não há uma margem assim tão grande. Há custos grandes de mercado internacional e fiscais aos quais não conseguimos fugir e temos que os refletir [na fatura].

Outro tema relacionado com os combustíveis é o contrabando. O Governo até criou grupo de trabalho para investigar a temática. O que espera desta iniciativa?
Temos expetativas que saiam coisas boas. Este é um problema que já se arrasta há alguns anos. Tem tomado proporções cada vez maiores e, portanto, mais importantes. Mas haver atenção por parte do poder político é importante. Vamos ver que resultados saem.

E o processo do Intermarché contra a PRIO e o presidente executivo, Pedro Morais Leitão, chegou a avançar?
Não recebemos absolutamente nada.

Houve alterações da situação denunciada pelo CEO da PRIO relacionada com a compra de combustível pelo Intermarché a empresas que estão a ser investigadas por importações ilegais de combustível?
Não sabemos. Temos esperança que sim, mas não sabemos.

Os impostos sobre a energia vão marcar as negociações em matéria fiscal para o OE 2019. Quais são as expetativas?
Não sei dizer. Sei que tudo o que está associado a impostos na energia mexe com várias outras mesas. A primeira é a sustentabilidade do OE. A outra é o peso nas contas dos portugueses. E outra ainda está relacionada com algumas polémicas que têm surgido à volta da forma como isto foi trabalhado nas últimas décadas. O que vai sair, não sei. O que esperamos é que saia algo que seja claro para todos. Que não crie grandes distorções ao mercado. Porque hoje já sofremos um bocadinho as consequências de algumas decisões passadas que têm implicações grandes na fatura da eletricidade dos portugueses, na forma como a mobilidade elétrica está construída, na quantidade de “dieselização” que o país teve. É bom lembrar que Portugal tem um desenvolvimento muito grande do diesel sobretudo no peso fiscal. O diesel, durante muitos anos, foi incentivado versus a gasolina com fiscalidade mais baixa.

E em termos de imagem para o sector, tudo o que se tem passado prejudica?  
Acho que nos prejudica sobretudo na maior dificuldade que temos de ver para onde o sector vai e com que regras jogamos. Para nós, o mais importante é entendermos com que regras jogamos e como é que podemos apostar hoje em investimentos que inevitavelmente são a 5 e a 10 anos. E para os quais precisamos de ter alguma clareza.

A PRIO continua à venda?
A PRIO é detida por um fundo que é gerido pela Oxy Capital. E os fundos de investimento, nalgum momento, têm de vender. E isso inevitavelmente acontecerá.

Os interessados continuam a ser os mesmos? A Petrin, o grupo Martins e a BP?  
Não sei se todos esses são reais interessados. E há outros reais interessados.

Quem? Pode detalhar? 
É um tema do acionista. Posso dizer é que do ponto de vista da gestão o objetivo é que o projeto continue cada vez mais forte. Quanto mais forte e viável for, mais temos confiança de que terá futuro seja nas mãos de que acionista for.

 

PRIO-EmanuelO gestor do futuro
Começou a trabalhar na PRIO em novembro de 2015. Dois anos depois, Emanuel Proença já dava nas vistas, tendo integrado a lista dos “40 Líderes Empresariais do Futuro”, com menos de 40 anos, elaborada pela revista Exame e pelo FAE – Fórum de administradores e gestores de empresas. Licenciado em Engenharia Industrial pelo Instituto Superior Técnico, começou a carreira profissional na tecnológica IZET, na Alemanha, tendo também passado pelo Boston Consulting Group e pelo Grupo Piedade. Nos tempos livres, além de estar com a família, gosta de praticar natação e padel.

 

Jornal de Negócios | 19/08/2018
Sara Ribeiro

Luis Segadães – A nossa Energia Positiva

livro-7M2018-modal-2Um livro com o título “As mesas que ainda ninguém experimentou” pode soar a provocação. E soa mesmo: a desafio. É preciso assinar um tratado com o estômago para experimentar 49 fartas mesas, do melhor que a gastronomia, os vinhos, azeites e os roteiros associados têm para oferecer.

É preciso ter a curiosidade e o espírito aventureiro apurados para abraçar esta odisseia. E, acima de tudo, é preciso ter energia positiva e abastecermo-nos de energia ainda mais positiva que a nossa: a energia PRIO.

Percorrer Portugal de lés a lés, como fiz com o meu amigo de longa data Zé Luis Amaral, foi um desafio superado com mestria. No nosso caminho, como um porto seguro na estrada, os postos de abastecimento PRIO, com uma excelente cobertura, do norte ao sul, do litoral ao interior.

Fizemos esta viagem num Mitsubishi Outlander PHEV, um híbrido, que, em alguns postos PRIO, reabastecemos de eletricidade. O melhor de dois mundos numa viagem exigente, em tempo e em distância, que se tornou mais agradável com o apoio da PRIO na estrada.

Até na confeção pode haver uma mãozinha da PRIO, com as garrafas de gás que dão energia a tantas cozinhas portuguesas.

Feita a viagem, ficam as memórias e as pessoas. Que muito da mesa portuguesa é feita das suas gentes, das suas tradições, da forma como as suas vidas evoluíram através dos tempos.

Que as pessoas que dedicam a sua vida a preservar um prato ou a aperfeiçoar um vinho ou azeite, até às pessoas que se aventuram por todo o Portugal, em busca da paisagem que justifica o prato ou do vinho que determina o roteiro, tenham a sorte que nós tivemos, a parceria perfeita na estrada, a energia mais positiva que nos permitiu continuar em movimento e a experimentar o melhor da nossa mesa, a energia PRIO.

luis-segadaes-square

Luis Segadães
Presidente das 7 Maravilhas

4 dicas para evitares que o teu carro seja roubado este verão

Ladrão

Sabias que um carro pode ser roubado em menos de 60 segundos e a maior parte dos carros roubados nunca são recuperados? Pois, é bem verdade. E este problema aumenta quando, no verão, deixamos o nosso carro em sítios que não conhecemos durante várias horas: como os parques de estacionamento das praias.

Para te ajudar, reunimos algumas técnicas super simples e rápidas que podem fazer toda a diferença neste verão:

Estaciona em locais iluminados
Sempre que estacionar o carro em sítios que não conhece, escolha uma área bem iluminada. Seja num parque de estacionamento ou numa rua, opte por sítios que sejam facilmente visíveis. Se podem ser vistos com maior facilidade, dificilmente alguém conseguirá roubar-te o carro sem ser apanhado.

Tranca sempre o carro
Parece uma dica óbvia, mas ainda há pessoas que se esquecem ou simplesmente não se preocupam em trancar o carro – especialmente quando são paragens de curta duração ou quando estacionam perto de casa. Mas é imprescindível: certifique-se sempre que todas as portas estão totalmente trancadas.

Evita deixar objetos de valor dentro do carro
Qual achas que seria a reação de um ladrão quando visse um tablet, uma mochila de computador, uma bolsa ou um casaco no banco de trás do teu carro? Claro que não ia correr bem. Por essa razão, tenta levar contigo o máximo de coisas possível. Se não puderes, pelo menos guarda-as na mala do carro.
Além disso, apesar de ser muito comum, não deves deixar os documentos da viatura no porta-luvas. Caso o carro seja roubado, o ladrão consegue desfazer-se dele mais facilmente porque assume o teu nome.

Aciona os alarmes do carro
Investe num sistema de alarme profissional que te notifique caso alguém tente arrombar as fechaduras das portas do carro. Alarmes com alto volume detêm mais facilmente os assaltantes. Alguns podem também ser programados para chamar de imediato a polícia.

PRIO doa 5 mil euros de combustível a bombeiros no Algarve

No âmbito do seu programa de responsabilidade social, a PRIO, disponibilizou 5 mil euros em combustível aos bombeiros que estão a combater os incêndios que começaram na zona de Monchique no Algarve, além disso os soldados da paz receberam também embalagens de água.

A operação está a ser centralizada no posto de abastecimento PRIO de Lagoa, no distrito de Faro, que é o mais próximo da frente ativa dos incêndios. Todos os veículos de bombeiros no combate a estes incêndios, que se dirijam a este posto de abastecimento, nos próximos dias, poderão abastecer combustível PRIO Top Diesel e levantar garrafas de água.

Esta ajuda solidária vem no seguimento do compromisso da PRIO em continuar a apoiar os Bombeiros Portugueses na sua missão sempre que tal situação se justifique. Recorde-se que já no ano passado a PRIO doou mais de 15 mil litros de combustível e mantimentos aos bombeiros que combateram os incêndios de junho e outubro.

“Ajudamos os bombeiros todos anos e sabemos que o importante é agilizar rápido e de forma eficaz as equipas que estão na frente do incêndio. A PRIO, como empresa portuguesa, e por ter postos distribuídos por todo o território nacional está consciente das dificuldades que os bombeiros enfrentam e, por isso, faz sempre os possíveis por estar ao lado destes heróis.”, afirmou Luís Martins, administrador da PRIO Energy.

 

(Foto: Público)

Os melhores parques aquáticos para descobrir este verão

parques aquaticos

Dos escorregas gigantes que prometem uma tarde de adrenalina para os adultos às piscinas com diversões infantis para os miúdos, existem vários parques aquáticos que valem a pena visitar. Temos uma lista dos melhores nas principais regiões do País para que não te percas, onde quer que estejas a passar férias.

A maior novidade deste verão é o Aqua Splash Seixal, no Seixal. Fica junto do cais fluvial da cidade e tem escorregas, minipiscinas, tubos insufláveis, mini-barcos e um campo de futebol. Já na parte dedicada aos adultos, há piscinas com obstáculos insufláveis, bolas gigantes e três slides aquáticos com velocidade. Além disso, tem uma área ideal para as pausas: uma zona lounge com stands de comida de rua.

Outro dos melhores parques aquáticos para conhecer este verão é o de Amarante — o maior da Península Ibérica localizado numa montanha. A maior atração é o Fast Mountain, com 22 metros de altura e 180 de comprimento. A descida é feita numa bola insuflável.

Vê aqui todas as nossas sugestões:

moncorvoAquafixe: em Torre de Moncorvo fica o Aquafixe, com 500 metros de pista para escorregar. A mais famosa — e mais rápida — é a Speed Mountain. Outras delas são a Speed River, Black Shark e Twisted Tracks. Todas elas têm curvas e contracurvas para os miúdos (e adultos, claro) se divertirem. O Aquafixe também tem um escorrega só para crianças e um parque infantil para quando for preciso fazerem uma pausa da água. Funciona até ao final de setembro — os adultos até aos 64 anos pagam 16€ pelo bilhete e os miúdos até aos 11 anos pagam 9€.

Posto PRIO mais próximo: Torre de Moncorvo

 

AmaranteParque Aquático de Amarante: é o maior parque aquático de montanha da Península Ibérica. No Parque Aquático de Amarante há um escorrega chamado Fast Mountain que foi a grande atração do parque no último verão. Tem uns impressionantes 22 metros de altura e 180 de comprimento, sendo que a descida é feita numa bóia insuflável. É impróprio para quem tem medo do escuro: como a atração tem uma forma tubular, a única coisa que se vê durante o percurso é a luz ao fundo do túnel. Além do Fast Mountain, existem seis pistas múltiplas e quatro pistas rápidas, o tubo caracol e dois parques aquáticos infantis. O Parque Aquático de Amarante fica numa encosta do rio Tâmega. Este ano está em funcionamento todos os dias entre as 10 e as 19 horas, até 17 de setembro. Para além das atrações, há um bar e um snack-bar com esplanada. Os preços começam nos 7€ para os miúdos e 13€ para os adultos.

Posto PRIO mais próximo: Amarante

 

SantaremParque Aquático de Santarém: Uma piscina exterior recreativa com dois jogos de água e uma cascata, escorregas com três pistas fofas e duas em caracol. Uma piscina de ondas e um chapinheiro para bebés. Na zona “conforto” — é assim que lhe chamam —, amplos espaços verdes e uns quantos chapéus de sol de colmo. É assim o Parque Aquático de Santarém, que vai estar aberto todos os dias até ao final do verão, das 10 horas às 19h30. Os bilhetes podem custar 7,25€ (maiores de 12 anos), 3,95€ (quatro aos 12 anos) e 3,3€ (maiores de 65 anos). Também é possível optar pelo bilhete familiar, que fica a 19,45€ (dois adultos e duas crianças).

Posto PRIO mais próximo: Portela das Padeiras

 

SeixalAqua Splash Seixal: O parque aquático — que fica junto à Estação fluvial da Transtejo — tem quatro áreas principais: o lounge, a parte de street food, o Aqua Fun e a zona Kids. Nesta última, está instalada uma área com escorregas, minipiscinas, tubos insufláveis, mini-barcos e um campo de futebol. Já na parte dedicada aos adultos, há piscinas com obstáculos insufláveis, bolas gigantes e três slides aquáticos com velocidade. O Aqua Splash Seixal está aberto todos os dias, até 19 de setembro, entre as 10 e 20 horas. Aos dias de semana os miúdos dos dois aos 12 anos pagam 6€ e os adultos 9€. O pack família (dois adultos e duas crianças) fica a 26€. Aos fins de semanas, os preços aumentam: os miúdos pagam 8€ e os adultos 12€ — o pack custa 36€.

Posto PRIO mais próximo: Amora

 

AlgarveAquashow Park: O mais difícil de entrar no Aquashow Park é escolher onde ir primeiro. Há um escorrega de queda livre quase vertical, os tubos lentos, as pistas rápidas, as coloridas e aceleradas pistas da Speed Race, os tubos escuros do Twin Space Shuttle, a piscina Aqualândia — com um parque infantil e cheia de diversões para os miúdos —, ou a montanha russa, entre várias outras diversões. No final do dia vai estar estafado. O parque na Quarteira está aberto todos os dias entre as 10 horas e as 18h30 durante o mês de julho. Em agosto encerra meia hora mais tarde, pelas 19 horas. As pessoas entre os 11 e os 64 anos pagam 29€ pelo bilhete diário, e os séniores e os miúdos entre cinco e dez anos pagam 19€.

Posto PRIO mais próximo: Santa Bárbara de Nexe

 

5 sítios fantásticos para visitar no interior de Portugal

Tesouros

Há quem não goste de praia, dispense os dias passados à beira da piscina, e que prefere passar as férias a passear. A andar de um lado para o outro, de carro, para ficar a conhecer aquilo que de melhor Portugal tem. Se és uma destas pessoas, então este artigo é para ti. E nada melhor que visitar o interior do País, muitas vezes esquecido, mas tão autêntico e misterioso.

É lá que existem aldeias e vilas desconhecidas com linguagem, tradições e comida tipicamente portuguesas. Fomos procurar as melhores sugestões de vilas e aldeias desconhecidas no interior de Portugal que são verdadeiras pérolas escondidas e o resultado está aqui:

 

pitoes das juniasPitões das Júnias

Em pleno Parque Natural da Peneda-Gerês, no concelho de Montalegre, Pitões das Júnias é uma das mais pitorescas aldeias transmontanas. De aspeto medieval, a aldeia parece que parou no tempo: tem poucos habitantes, construções em pedra e uma beleza natural incomparável.

Posto PRIO nas proximidades: Montalegre

 

MontesinhoMontesinho

Montesinho é uma aldeia típica transmontana a 100 metros de altitude, em pleno Parque Natural de Montesinho. A serenidade desta aldeia convida a passar uns dias numa das casas em granito com telhados em lousa e varandas em madeira, com vista para a serra. Ao caminhares pelas ruas da aldeia, rapidamente te apaixonas pela sua beleza intemporal.

Posto PRIO nas proximidades: Bragança

 

Linhares da BeiraLinhares da Beira

No distrito da Guarda, Linhares da Beira, aldeia medieval do século XII, tem uma diversidade arquitetónica e artística ímpar. Em 1169, recebeu o seu primeiro foral, atribuído por D. Afonso Henriques. Siga o nosso conselho: passeia pelas ruas desta aldeia e conhece o seu passado. Vai valer a pena.

Posto PRIO nas proximidades: Fornos de Algodres

 

MonsantoMonsanto

A aldeia histórica de Monsanto localiza-se a 25 quilómetros de Idanha-a-Nova, na região da Beira Baixa. É considerada a aldeia mais portuguesa do nosso País, não fossem as construções em granito e o imponente castelo.

Posto PRIO nas proximidades: Medelim

 

piodaoPiodão

Na aldeia de Piodão, no concelho de Arganil, podem ver-se as típicas casas de xisto e lousa, com janelas em madeira, que tão bem a caracterizam. Também conhecida como “Aldeia Presépio”, Piodão é um dos sítios mais bonitos de Portugal.

Posto PRIO nas proximidades: Oliveira do Hospital