2017 2018

Janeiro

Fevereiro

Março

Abril

Maio

Junho

Julho

Agosto

Setembro

Outubro

Novembro

Dezembro

PRIO instala os primeiros oleões avançados do país

Fevereiro 22, 2017

A PRIO deu hoje início em Cascais e em Vila Nova de Gaia ao projeto ‘PRIO TOP LEVEL’, com um investimento de 3 milhões de euros, previsto para os próximos 4 anos para a instalação dos primeiros oleões avançados do país. Os distritos de Lisboa, Porto e Aveiro serão os primeiros a beneficiar destes coletores automáticos, uma alternativa mais ecológica, inovadora e sustentável.

O arranque do projeto “PRIO Top Level” foi assinalado com um evento no posto PRIO em Trajouce, em Cascais, na presença do Presidente da Camara Municipal de Cascais, Dr. Carlos Carreiras. No mesmo dia, mas a norte do País, foi igualmente instalado um oleão avançado no posto PRIO de Vila Nova de Gaia, na presença de Eduardo Vítor Rodrigues, Presidente da Câmara de Vila Nova de Gaia.

Até 2020, a PRIO espera instalar 605 oleões avançados, tornando-se assim o principal coletor de óleos alimentares usados no mercado português. O projeto ‘PRIO TOP LEVEL’ resulta do Consórcio entre a PRIO Biocombustíveis e a Hardlevel, empresa líder em Portugal na gestão de Óleos Alimentares Usados.

“O biodiesel é, desde o início, uma forte aposta da PRIO. Somos a empresa que, a nível nacional, produz maior quantidade de biodiesel e também aquela que transforma em biocombustível a maior quantidade de resíduos. Os coletores avançados, para além de mais inovadores e mais limpos, têm uma maior capacidade de armazenamento do que os tradicionais, permitindo uma maior eficácia de recolha. Este é um investimento estruturante para a PRIO”, explica Pedro Morais Leitão, CEO da PRIO.

Karim Karmali, sócio-gerente da Hardlevel referiu que “Este é sem dúvida um projecto ímpar que tem todos os ingredientes para o sucesso; a experiência, know-how e dimensão dos promotores, a inovação tecnológica ao serviço da gestão de resíduos municipais, o âmbito de cobertura nacional aliada a uma capacidade de sensibilização continuada ao cidadão através de uma das mais importantes redes de postos de abastecimento do país faz deste um potencial exemplo de uma rede efectivamente funcional no âmbito do aumento da taxa de recuperação deste resíduo.” O biodiesel tem vindo a ser cada vez mais encarado como uma ferramenta de redução de CO2 e tem vindo a assumir uma importância crescente na promoção da sustentabilidade.

Os primeiros cinco oleões avançados foram instalados nos postos PRIO de Arroja, Trajouce (distrito de Lisboa), Gaia, Póvoa de Varzim (distrito do Porto) e Gafanha da nazaré (distrito de Aveiro). Em 2017, a PRIO espera instalar 50 oleões avançados e 50 tradicionais. 2018 terá um aumento considerável, com 150 unidades de recolha avançadas e 150 tradicionais. 2019 e 2020 já serão exclusivamente dedicados às unidades avançadas, com a instalação de 200, por ano.