10 mitos estúpidos sobre carros que te podem deixar apeado

Untitled design - Cópia

Se o carro não tiver problemas não precisa de ir ao mecânico, certo? Errado. Vamos desconstruir este e mais 9 mitos em que as pessoas estranhamente ainda acreditam e que podem criar problemas muito graves aos seus carros.
É cada vez mais comum que os condutores procurem todo o tipo de boas práticas que ajudem a economizar combustível enquanto conduzem. Porém, muitos das práticas difundidas são mitos sobre carros, que além de não serem verdadeiras, podem danificar o veículo e comprometer a segurança de todos os passageiros.
Conheça os 10 mitos sobre carros em que muitas pessoas ainda acreditam:

As revisões são desnecessárias quando o carro parece não ter problemas
Chego a altura de fazer a revisão ao teu carro. No entanto, ele parece não apresentar nenhum problema, o que te leva a adiar a ida à oficina. Atenção: isto é um erro pois os automóveis são compostos por peças mecânicas e, como qualquer máquina, precisam de uma manutenção básica para garantir a lubrificação dos componentes. Além disso, a manutenção contribui para valorizar o valor do carro e mantê-lo na garantia. Portanto, mais vale jogar pelo seguro e fazer sempre as revisões agendadas.

Devemos esperar que o motor aqueça antes de arrancar
Houve uma altura em que se recomendava deixar o motor aquecer primeiro, para garantir uma melhor eficiência do carro. Atualmente, com os carros bastante mais evoluídos, isso já não é necessário. Aliás, deixar o motor aquecer é inútil e só serve para aumentar os níveis de poluição da atmosfera e gastar combustível.
Utilizar combustível de marcar branca prejudica o carro
Se ainda és daquelas pessoas que acredita que ao abastecer num posto de marca branca, como o dos hipermercados, podes estragar o teu carro, enganas-te. A DECO realizou um estudo com quatro automóveis novos e iguais a diesel. Cada um dos veículos abastecia num posto de abastecimento de marca diferente e, após terem realizado vários quilómetros, os motores dos quatro veículos foram desmontados para verificar quais os danos ocorridos durante esse período. A conclusão foi óbvia: nenhum dos carros revelou diferenças entre os que abasteceram com combustível ‘premium’ e os que abasteceram com combustível de marca branca.
Circular com o ar condicionado ligado gasta mais combustível
A maior parte dos condutores desliga o ar condicionado quando o carro acende a luz de reserva de combustível e opta por abrir todas as janelas do veículo. Ao abrir os vidros do carro, quando se vai a uma velocidade superior a 80 quilómetros por hora, o vento lateral faz diminuir o rendimento do motor, e portanto, aumenta o consumo. Nestas condições, vais gastar mais do que se estivesses com o ar condicionado ligado.
O caso só muda de figura se for a circular a velocidades baixas: o carro consome menos combustível se circular com os vidros abertos do que com o ar condicionado.

Conduzir em ponto morto economiza combustível
Este é um dos mais perigosos mitos sobre carros. Os veículos atuais já possuem injeção eletrónica e isso quer dizer que, numa descida, o carro deteta que não é preciso injetar combustível e interrompe o fluxo de combustível vindo do tanque, podendo até desligar o motor.
Quando o carro não pega, a solução é sempre empurrá-lo
Se o motor não liga é porque existe um problema grave. O que é que deve fazer? Verificar todas as coisas básicas como, por exemplo, a falta de combustível. E se nenhuma luz acende no painel quando tenta ligar o carro, a bateria pode estar descarregada, estragada ou o motor de arranque avariou.
As caixas de velocidade manuais continuam a ser mais eficientes que as caixas automáticas
Durante muito tempo, a caixa manual era a mais eficiente, ao permitir escolher a mudança em que se quer conduzir e, assim, influenciar o consumo do combustível. No entanto, com a evolução das caixas de velocidades automáticas, o motor trabalha com menos rotações e atinge um consumo muito mais eficiente.
Dar um tiro no depósito do carro provoca uma explosão
Este deve ser um dos mais famosos mitos sobre carros. É habitual vermos, nos filmes de ação, que após um tiro no depósito de combustível o carro explode numa enorme bola de fogo. Mas isto é mentira. Por norma, a bala apenas perfura o depósito sem provocar qualquer faísca que possa incendiar o combustível, existindo apenas derrame de combustível.
Acelerar o carro antes de o desligar lubrifica o sistema
Pelo contrário. Com os motores mais recentes, acelerar antes de desligar o carro retira o óleo lubrificante das paredes dos cilindros. Esta prática prejudica a próxima viagem — que terá um maior atrito dos vários componentes.
Os carros elétricos só servem para andar na cidade
Embora seja verdade que a maior parte dos utilizadores fazem essencialmente viagens curtas, um carro elétrico normal deverá poder fazer 200 quilómetros sem problemas e de forma confortável.

 

 

8 escapadinhas para dar as boas-vindas ao outono

Untitled design (1)

O calor está a ir embora, mas nem tudo é mau: chegou a altura de voltar aos spas. E não vale a pena ser preconceituoso, até porque — caso não saibas — passar férias em estâncias termais e descansar em spas está cada vez mais na moda.
Estes spots são procurados por pessoas de todas as idades e sempre com o mesmo objetivo: relaxar num ambiente totalmente descontraído e o mais longe da cidade possível. Não penses mais: arruma as malas no carro, segue estrada fora e pára apenas quando chegares às melhores escapadinhas de outono.
Preparámos um roteiro com tudo o que pode fazer nas oito escapadinhas perfeitas de outono:
Termas do Cró (Guarda)
cróAs termas do Cró situam-se entre as freguesias de Rapoula do Côa e Seixo do Côa, a 15 quilómetros do Sabugal. A utilização de águas medicinais do Cró remontam à era romana, mas a referência mais antiga data do século XVIII, da autoria do médico Del’ Rei D. João V, que já na altura falava dos seus notáveis efeitos curativos. Se estiveres a pensar num programa relaxado longe do stress do dia-a-dia, as Termas do Cró são o local perfeito. Há tratamentos completos de corpo e rosto, que incluem banhos, duches, massagens e esfoliações.

 
Termas de Unhais da Serra (Serra da Estrela)
unhaisO Aquadome — Termas de Unhais da Serra fica na vila de Unhais da Serra, na vertente Sudoeste da Serra da Estrela, num vale de origem glaciar, a cerca de 20 quilómetros da cidade da Covilhã. A estância termal é a primeira Mountain SPA do País e uma das maiores da Europa, com um conceito cem por cento wellness, permitindo aliar a saúde à prevenção e ao bem-estar. Aqui é possível encontrar programas que vão desde o SPA Termal, tratamentos de rosto e corpo, massagens e rituais, terapias Ayurvédicas e medicina tradicional chinesa.

 
Termas de Luso (Aveiro)
lusoAs Termas de Luso, rodeadas pela Serra do Bussaco, permitem a recuperação do equilíbrio perfeito entre o corpo e a mente, proporcionando uma experiência verdadeiramente única, onde os sentidos são a principal fonte de inspiração. O Spa Termal conta ainda com o Circuito Acqua Sensations, uma zona de excelência para experiências de banho e calor e que explora os benefícios da ação dinâmica e térmica da Água Termal de Luso, que tem no seu espaço uma Piscina Interativa, Fonte de Gelo, Sauna, Hammam, Duche Suíço, Duche Sensações e Sala de Relaxamento.

 
Termas de Longroiva (Guarda)
longroivaAs Termas de Longroiva são uma tranquila estância termal de reconhecidas qualidades terapêuticas, proporcionando saúde e bem-estar. A estância está localizada na freguesia de Longroiva, concelho de Mêda, numa zona de transição entre as regiões naturais do planalto beirão e do alto Douro. Banho turco, sauna, massagens e tratamentos de rosto e corpo? No Longroiva SPA/Ludic podes encontrar tudo isto.

 
Termas de Alcafache (Viseu)
alcafacheAs Termas de Alcafache, são um pequeno paraíso em Portugal, situadas a 10 quilómetros da cidade de Viseu. É lá que, por exemplo, se tratam doenças do aparelho respiratório como a asma e a bronquite. Protegidas da poluição e do stress das cidades num ambiente 100% ecológico, nos mais de 20 mil metros quadrados, as Termas de Alcafache são perfeitas para uma escapadinha de outono.

 
Termas de Monfortinho (Castelo Branco)
montfortinhoAlém de serem dedicadas à saúde, as Termas de Monfortinho também disponibilizam serviços direcionados para o repouso, bem-estar e beleza. As águas da estância termal são hipomineralizadas, bicabornatadas, sódicas, cálcicas e magnésicas.

 

 
Vila Galé Sintra (Lisboa)
vilaO resort é o 31.º empreendimento do grupo Vila Galé e tem um conceito completamente diferente de todos os outros espaços. É que aqui tudo é voltado para a saúde e para o bem-estar: apesar de não haver termas, há um incrível spa onde pode experimentar várias massagens, aproveitar a sauna — que está sempre a 80 graus —, o banho turco, o jacuzzi ou a piscina interior, um dos ex-libris do hotel.

 
H2otel Congress & Medical Spa (Serra da Estrela)
hoEm pleno Parque Natural da Serra da Estrela, o H2otel Congress & Medical Spa está integrado nas termas de Unhais da Serra. Foi com ele que abriu o primeiro spa português de montanha, um dos maiores da Europa. O Aqualudic, uma das áreas do centro wellness, tem piscinas dinâmicas interiores e exteriores, ligadas por cascatas e formações rochosas. Há também um circuito celta com banho turco, sauna, jacuzzis suspensos com cascata, camas e cadeiras de hidromassagem.

5 truques para saber se precisas de mudar os pneus do teu carro

Untitled design (2)

Está a chegar a chuva e ninguém quer ter pneus em mau estado quando isso acontecer. Por essa razão, tens de estar atento às condições dos pneus do teu carro, caso seja melhor trocar antes que comece a chover todos os dias.

Esta é uma preocupação fundamental para manter a segurança de quem viaja contigo. Na maioria das vezes, os pneus não são alvo da atenção que merecem e esquecemo-nos dos cuidados a ter com os quatro elementos que mantêm o automóvel ligado ao chão. A manutenção correta dos pneus é essencial para prolongar a sua vida útil e evitar dissabores. Estes são os 5 truques que podes usar para aumentar a performance e segurança do teu carro:

Avalia constantemente o desgaste
A forma mais fácil de avaliar a profundidade dos sulcos do pneu é com um profundímetro. Para isso, só tens de rodar a direção cerca de 45 graus para um dos lados, para que possas ver bem a superfície do pneumático. A medição deve ser realizada em três pontos – exterior, centro e interior – e em várias zonas do pneu. O valor mínimo imposto por lei é 1,6 mm. Logo, se estiver abaixo, está na altura de trocares os pneus do teu carro.

Monitoriza a pressão dos pneus

A pressão abaixo dos valores indicados pelo fabricante do teu carro contribui para o aumento do consumo de combustível e influencia o comportamento e segurança do automóvel. Porquê? Porque provoca maior desgaste do pneu. Da mesma forma, pneus com uma pressão acima do indicado têm menor aderência ao piso.
Uma correta pressão dos pneus melhora a segurança na condução e a durabilidade do pneu. A pressão dos pneus deve ser verificada, no mínimo, uma vez por mês e com os pneus a frio.

Controla a carga
Os meses de verão são mais propícios a viagens em família e, portanto, mais peso no automóvel. É importante teres em atenção o peso da carga para conseguires adequar a pressão conforme as indicações do fabricante e respeitando os valores de carga máxima indicados na lateral do pneu.
Troca as válvulas
A maioria dos condutores não dá importância às válvulas, mas estas são responsáveis por manter o pneu hermético, para não deixar sair ar do interior. As válvulas, tal como os pneus, suportam elevadas pressões e, com o tempo e quilómetros, o desgaste vai aumentando. Quando fores trocar os pneus não te esqueças de pedir para verificar o estado das válvulas.
Verifica o alinhamento das rodas
Manter o paralelismo entre os eixos e as rodas é fundamental para uma boa manutenção dos pneus. Para perceber se existem diferenças acentuadas, deves passar a mão na superfície de rodagem, do exterior para o interior do pneu e vice-versa.

Se houver algum tipo de irregularidade de dentro para fora, significa que os ângulos de convergência poderão estar incorretos.

O teu carro não tem chave? Podes estar prestes a ser roubado

Untitled design (3) - Cópia

Ao longo dos anos, os sistemas de segurança dos automóveis têm sido melhorados, seja através de alarmes otimizados, seja através da evolução da codificação do sinal entre os veículos e as respetivas chaves.
Contudo, os criminosos vão ultrapassando estas modernices com formas inovadoras de assaltar as viaturas. E o pior de tudo é que o conseguem fazer sem deixar qualquer rasto.
Como é que isso é possível? Explicamos-te tudo. A frequência das chaves utilizadas nos denominados sistemas keyless é replicada pelos assaltantes, que conseguem copiar o código em proximidade da chave e, depois, aceder ou utilizar o veículo como se fossem eles os detentores da chave original.
Na prática, como a frequência da chave é copiada de forma precisa, qualquer assaltante pode roubar tudo o que tenhas no carro ou mesmo o próprio carro.

Mas não fiques preocupado. Os engenheiros automóveis estão a par desta situação e cada vez mais empenhados na melhoria dos sistemas keyless dos automóveis. A maioria dos modelos mais recentes contam com funcionalidades sofisticadas de imobilização ou encriptação avançada dos códigos das chaves para evitar a sua replicação.

Estes são os carros elétricos preferidos dos portugueses

Smart Electric

Os portugueses estão cada vez mais preocupados com o ambiente, com a legislação que beneficia a aquisição deste tipo de veículos e também, com o reforço da rede de postos de carregamento, cujo crescimento tem sido muito impulsionado pela PRIO, detentora da maior rede privada de pontos de carregamento de veículos elétricos.

Segundo a ACAP – Associação Automóvel de Portugal, até junho de 2018 foram vendidos 1868 veículos sem emissões, mais do dobro (156,2%) do que na primeira metade de 2017.

No total, foram vendidos no ano passado 1640 veículos elétricos em Portugal. A Renault e Nissan são as marcas que mais vendem carros elétricos em Portugal. A Smart é a terceira marca elétrica a nível nacional, tendo vendido 211 carros até junho, graças às versões a bateria dos modelos Fortwo e Forfour. Citröen e BMW fecham esta tabela com 156 e 152 veículos registados, respetivamente.

Baterias de Sódio: a nova revolução nos carros elétricos está a chegar

Carro elétrico

O lítio, continua a ser a tecnologia mais usada em telemóveis, computadores portáteis e automóveis elétricos. No entanto, a procura por materiais mais eficientes tem evoluído muito nos últimos anos.

A verdade é que aumentar a vida útil de todos estes aparelhos sem estarem ligados à corrente é cada vez mais uma necessidade humana. E o lítio tem limitações não só na quantidade de carga que pode acumular, como também na quantidade de produto disponível e – claro – no seu impacto ambiental.

Por estas razões, é cada vez mais importante procurarmos alternativas mais racionais e viáveis para baterias. Uma das alternativas possíveis é o sódio.

Um dos elementos mais comuns na Terra e relativamente fácil e económico de extrair, o sódio só tem uma limitação: as dimensões dos seus iões. Isto obriga a repensar a forma como a energia pode circular dentro de uma bateria.

Os iões de sódio não conseguem passar pelo carbono do elétrodo positivo, o que levou vários engenheiros no Reino Unido, em 2016, a encontrar uma alternativa: a criação de um elétrodo em que a união do sódio e do fósforo forma ligações em forma de hélice, dando origem a um elétrodo que tem uma capacidade de carga sete vezes superior à carga equivalente dos elétrodos de grafite usados em baterias de lítio.

PRIO Top Level ensina alunos a reciclar óleo usado no Greenfest

PRIO Top Level

O maior evento nacional dedicado à sustentabilidade está de volta e a PRIO vai estar presente. No GreenFest, que já vai na sua 11.ª edição e que vai ocupar o Centro de Congressos do Estoril entre os dias 11 e 14 de outubro, vai haver um espaço inteiramente dedicado a sensibilizar os visitantes para a importância da reciclagem dos óleos alimentares usados.

Pelo espaço PRIO Top Level, que terá nesta edição do Greenfest o mote “Com o óleo no oleão temos o ambiente na mão!”, vão passar centenas de jovens, alunos dos 1.º, 2.º e 3.º ciclo. Para que estas crianças compreendam melhor a importância da reciclagem dos óleos usados, estará presente uma equipa da PRIO, que vai explicar ao pormenor cada fase do processo de reciclagem de óleos usados, desde o momento em que saem da fritadeira até à sua transfomação em biodiesel.

A equipa da PRIO Top Level demonstrará ainda aos alunos como é fácil reciclar este resíduo logo a partir de casa – contribuindo para um planeta mais verde – e como a PRIO torna este resíduo em matéria prima para a produção de um biocombustível amigo do ambiente (biodiesel). Além das demonstrações, o espaço da PRIO no Greenfest vai ainda receber demonstrações de showcooking com os melhores “Sabores de Ílhavo”.

A mobilidade, a organização em comunidade, o empreendedorismo e o combate ao sedentarismo serão outros assuntos em destaque em várias áreas do GreenFest — sempre ligadas ao tema da sustentabilidade.

5 refeições rápidas para comprar na PRIO

Untitled design (3)

Uma viagem de carro não deve ser feita de barriga cheia porque a sensação de enfartamento pode deixar o condutor mais cansado do que o normal. O contrário também não é ideal, visto que a sensação de fome pode ser indicativa de que tem os seus níveis de açúcar em baixo, reduzindo a capacidade de reação.

Assim sendo, quando fizeres uma paragem para atestar o teu carro na PRIO, aproveita para comprar uma das refeições rápidas dos Hiper Mini Markets dos postos de abastecimento. Se não te apetece fazer mais nada a não ser chegar a casa e comer, experimenta o arroz de pato, o macarrão, as pizzas congeladas, o bacalhau à brás ou as francesinhas.

Se precisares de cozinhar, podes sempre levar alguns produtos como arroz, feijão, massas, atum, tomate pelado e salsichas frankfurt. Tudo isto com os mesmos preços das grandes superfícies. Perfeito, não é?

A salvação para poupar combustível quando vai buscar os miúdos à escola

Untitled design (2)

Já todos sabemos que setembro é o mês dos regressos e, por consequência, um dos mais stressantes do ano inteiro. Os adultos voltam ao trabalho, os miúdos começam mais um ano escolar e o trânsito volta a intensificar-se.
Com uma maior contenção financeira durante este período, também importa conseguir poupar o combustível do carro, certo? Assim, quando estiveres parado a deixar os teus filhos na escola, ou até mesmo no trânsito, desliga o motor do teu carro.
Esta simples ação irá fazer com que poupes combustível sempre que estiveres parado mais do que um minuto. O motor do teu carro gasta mais combustível em 10 segundos do que se desligar e voltar a ligar somente quando precisas. Se tens Start&Stop no teu automóvel, começa utilizá-lo.

10 coisas que tens de fazer ao carro antes de começar o outono

Untitled design (2)

Setembro é o mês dos regressos: voltamos ao trabalho, o trânsito intensifica-se, há a possibilidade de chover e, por isso, o melhor é estares preparado com antecedência. E apesar de ainda podermos contar com bom tempo por mais alguns dias, mais tarde ou mais cedo vamos ter de aceitar que os dias vão ser mais curtos, com cada vez menos sol e com filas cada vez mais longas.
Para te dar uma ajuda, a PRIO organizou uma lista de 10 coisas que tens mesmo de fazer ao carro antes do final do verão:

Verifica a pressão dos pneus
Esperam-nos dias mais chuvosos e consequentemente mais perigosos na estrada. Nesta altura, os pneus são realmente importantes e é por isso que lhes deves dar atenção. Regular a pressão para estas alturas é essencial, visto que se estiverem muitos cheios podem perder a aderência à estrada se ela estiver molhada. Quando parar para pôr combustível num dos Postos PRIO, aproveite e verifique a pressão dos seus pneus.

Atesta o teu carro
Os dias mais curtos estão mesmo a chegar. Por isso, uma das coisas que deves mesmo fazer é atestar o carro e garantir que tens combustível suficiente para os primeiros dias de outono. Passa num dos vários postos da PRIO espalhados pelo País e abastece o teu carro.

Verifica o estado do óleo
A verificar o óleo do motor, dos travões e da embraiagem não pode mesmo ser esquecida. Para não correres o risco de veres acender a luz vermelha do painel de controlo, passa num posto PRIO e vê como estão os níveis do carro. Um conselho? Leva também na mala do carro um ou dois litros de lubrificantes da PRIO, só para prevenir.

Confirma se tens o kit de emergência completo
Sabias que podes pagar uma multa que pode ir até aos 600€ caso não tenhas o triângulo de pré-sinalização ou o colete refletor? Pois é. Confirma se tens o kit de emergência e o kit de primeiros socorros no porta bagagens antes de começar o outono.

Controla o nível da água
Antes de chegar o mau tempo, confirma se tens água suficiente no compartimento do radiador do teu carro. Deves guardar sempre uma garrafa de água grande no porta bagagens do carro, caso seja necessário voltar a encher e não estejas perto de um posto de abastecimento.

Verifica o estado das luzes
Os dias já estão a ficar mais pequenos e, para garantir que anda sempre em segurança, perca algum tempo durante estes dias a verificar se tem alguma luz fundida ou a precisar de ser substituída. Nas lojas PRIO encontra kits de lâmpadas a preços muito acessíveis.

Atualiza o sistema de GPS
Se não tens sentido de orientação e dependes muito do sistema de GPS do teu carro, não te esqueças de o atualizar. Assim já não há perigo de te perderes.

Verifica a bateria do teu carro
Para evitares qualquer tipo de problemas, verifica se a bateria do teu carro está seca. Além deste pormenor importante, não te esqueças de conferir se ela está completamente carregada. O frio pode danificar o estado da bateria, por isso, se já não te lembras quando a mudaste pela última vez, troca-a por uma nova.

Confirma se os limpa para-brisas estão em condições
A exposição ao sol, as altas temperaturas e o pouco uso dos limpa para-brisas no verão trazem, claro, estragos às escovas do teu carro. Por isso, antes que comece a chover, verifica se elas precisam de ser substituídas. Em qualquer Posto PRIO pode encontrar as escovas mais adequadas para o teu carro.

Adota uma condução prudente
O outono não traz apenas o frio, mas também muitas folhas caídas na estrada. Apesar de ser bonito, isto pode tornar-se muito perigoso. Como tal, moderar a velocidade e ter em atenção neste tipo de pisos mais acidentados é o melhor que pode fazer para garantir a tua segurança e a dos que viajam contigo.