Três startups portuguesas rumam até Edimburgo

UPTEC---Climatelaunchpad
A final nacional da ClimateLaunchpad, a maior competição mundial de ideias ecológicas com impacto ao nível das alterações climáticas, decorreu na passada quinta-feira no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC), contando com o apoio da PRIO e a participação de Cristina Correia, Diretora de I&D da PRIO, como membro do júri.

Eco2Blocks, Spawnfoam e Cyanocare foram as três equipas vencedoras desta final portuguesa e rumarão em novembro até Edimburgo, na Escócia, para representarem Portugal na final internacional.

Além disso, a Spawnfoam terá ainda a oportunidade de participar no bootcamp do JumpStart, o programa de aceleração de startups da PRIO, que decorrerá entre os dias 14 e 15 de junho.

PRIO investe 1 milhão de euros em inovação

A PRIO vai investir 1 milhão de euros para desenvolver projetos de inovação em 2018. Como parte do investimento previsto, arranca hoje a segunda edição do Jump Start, o programa internacional de aceleração de startups, lançado em parceria com a imatch. As startups candidatas vão ter oportunidade de apresentar ideias empreendedoras nas áreas de energia, sustentabilidade e tecnologia, para responder a três desafios apresentados pela PRIO:

  1. Postos do Futuro: Como integrar postos de abastecimento de energia nas Cidades do Futuro?
  2. Economia Circular: Como desenvolver mais soluções de mobilidade sustentável e energia verde?
  3. Experiência do Consumidor 2.0: Como colocar soluções de mobilidade e energia no coração e na ponta dos dedos do cliente?

As candidaturas estarão abertas até 28 de maio no site do programa Jump Start. À semelhança do ano passado, o programa está aberto a startups de todo o mundo.

Após o período de candidaturas, 20 startups serão selecionadas para trabalhar a sua proposta de valor no bootcamp intensivo, a decorrer nos dias 14 e 15 de junho. No decorrer deste bootcamp, serão escolhidas as 10 finalistas que serão acompanhadas pela PRIO e pela imatch em sessões de mentoria com o objetivo de adaptar as suas soluções inovadoras a negócios como o da PRIO.

jumpstartII

As semanas de mentoria culminarão no pitch training, a decorrer no dia 4 de julho, e na final, no dia 6 de julho, de onde sairão as 3 grandes vencedoras. Cada vencedora poderá contar com 10.000 € de valor base para implementar o seu piloto, acesso a uma bolsa de implementação com base na avaliação do modelo de negócio e apoio permanente da equipa PRIO. Mas as novidades não acabam por aqui: a edição deste ano contará também com pitches em carros elétricos na fase de candidaturas e no avião acrobático PRIO, comandado pelo piloto de acrobacias Luís Garção, para os 5 melhores finalistas.

Para Cristina Borges Correia, Diretora de Inovação da PRIO, “o Jump Start e as novidades deste ano, associadas ao investimento previsto em inovação, demonstram bem a nossa vontade de continuar a trazer novidade aos setores da energia e mobilidade nacionais. Temos por objetivo oferecer mais valor aos nossos clientes, tornar o nosso negócio mais amigo do ambiente e preparar a PRIO para as grandes tendências do futuro”.

Paralelamente ao lançamento do Jump Start, a PRIO lança hoje também um concurso de ideias dirigido aos seus colaboradores. “Com esta iniciativa, acreditamos que obteremos muitos inputs relevantes dos nossos colaboradores, que conhecem como ninguém o negócio e o grupo. Estaremos também a manter o espírito de startup que nos caracteriza e tê-los-emos envolvidos na geração de novos caminhos de futuro”, acrescentou Cristina Borges Correia.

Mais informação sobre o programa “Jump Start” em http://priojumpstart.com/

Este projeto de realidade aumentada vai mudar o mundo

A realidade aumentada é o futuro

Chama-se Glartek, é uma empresa 100% portuguesa e está a desenvolver ferramentas que utilizam a realidade aumentada para mudar o mundo. A startup criada por Luís Murcho é uma das startups escolhidas pela PRIO – no âmbito do programa intensivo JumpStart – e que junta empresas com propostas inovadoras para revolucionar o sector industrial.

Criada há cerca de um ano, a Glartek desenvolveu uma aplicação revolucionária que facilita todos os processos de manutenção industrial com recurso a realidade aumentada. Esta tecnologia permite aumentar muito a eficiência dos processos de diagnóstico, reduzindo significativamente a burocracia e otimizando a produção. Ou seja, a realidade aumentada presente na aplicação desenvolvida pela Glartek permite poupar tempo e dinheiro.

Foram estes os argumentos que colocaram a Glartek não só no programa JumpStart da PRIO, mas também levaram a equipa de Luís Murcho a ser a a única startup portuguesa que conseguiu chegar às semi-finais do concurso de Pitch, que elege a melhor startup do Web Summit na última edição do evento.

Esta startup quer usar a inteligência artificial para resolver os problemas das empresas

Descubra a startup que usa inteligência artificial

No contexto atual, em que as descobertas tecnológicas e os novos processos automatizados melhoram a eficiência das empresas todos os dias, não faz qualquer sentido continuar a usar as mesmas ferramentas de diagnóstico e identificação de problemas na produção que se usava antigamente. Quem o diz é Shravane Balabasqer, fundador da Prognostic, uma das startups escolhidas pela PRIO no âmbito do programa intensivo JumpStart e que junta empresas com propostas inovadoras para revolucionar o sector industrial.

Especializada no trabalho com empresas do sector químico e de hidrocarbonetos, minas e energia, a Prognostic é uma plataforma de inteligência artificial construída como o objetivo de automatizar os processos de diagnóstico e de tomada de decisão com vista ao aumento da eficiência operacional. Conjugando vários “processos analíticos para identificar potenciais problemas e fornecer soluções para os resolver”, a Prognostic “ajuda as equipas a antecipar falhas no sistema e a identificar os erros que estão na base desses problemas”, explica Shravane Balabasqer.

“Depois de integrado, este sistema pode ainda identificar peças que precisem de ser substituídas ou reparadas e enviar uma notificação aos responsáveis”, refere o fundador da Prognostic, sublinhando que a inteligência artificial da plataforma armazena toda a informação recolhida, por forma a identificar padrões e criar regras que melhoram a eficiência dos processos produtivos no futuro.

Infraspeak: a startup que facilita o trabalho de todos os gestores de manutenção

PRIO-infraspeak1

A Infraspeak é uma startup portuguesa do Porto que tem como objetivo acabar com as dores de cabeça dos gestores de manutenção das grandes empresas. Em 2016 teve o seu boom de crescimento — aumentou em 282% o número de clientes e 243% em faturação —, e é uma das startups escolhidas pela PRIO no âmbito do programa intensivo JumpStart que procurou 5 startups com propostas inovadoras para revolucionar o setor industrial, com modelos inovadores de negócio e propostas de distribuição, produção industrial, entre outras.

A óbvia satisfação dos clientes da Infraspeak tem tudo a ver com a aplicação que liga os clientes a técnicos, gestores de conta e executivos, que podem mais facilmente acompanhar toda as operações de manutenção da empresa em tempo real e focarem a sua atenção nos seus negócios, sem preocupações sobre lâmpadas ou outros equipamentos avariados.

Se não tem um negócio e não tem noção do quão difícil é fazer a gestão da manutenção, nós passamos a explicar: num hotel com 300 quartos todos os dias as equipas de limpeza e de manutenção têm inúmeras tarefas para executar, entre as quais, arrumar quartos, trocar lâmpadas e arranjar ar condicionados. No meio de tudo isto, é quase impossível um único gestor de manutenção conseguir orientar toda a operação sem desorganização. Por isso é que a Infraspeak facilita a vida a muitas empresas e negócios.

A Infraspeak utiliza as melhores tecnologias de ponta, como NFC, API e sensores para descomplicar a tarefa do staff de reportar avarias e a sua resolução por parte dos técnicos de manutenção, bem como a gestão de operações preventivas e de auditorias. Tudo com o simples uso de um smartphone que evita supervisão pessoal, confusões, e ainda poupa tempo ao gerar um relatório automático sobre a situação.

Atualmente esta startup tem 82 clientes em Portugal, Reino Unido, Angola e Brasil, como as cadeias de hotéis Vila Galé, Intercontinental, PortoBay e Holiday Inn Express; as redes de lojas da Agência Abreu, Domino’s Pizza e da Unilabs, ou empresas de assistência técnica como a Siemens, a Openline, a Opertec, a Fernando Martins e a Frostline. No total já ajudou a gerir mais de 2 milhões de tarefas, 180 mil avarias em mais de 120 mil equipamentos de 3.500 edifícios. O passo seguinte é também a expansão do produto para a área da inteligência artificial e Big Data.

MUB Cargo: a forma mais eficaz de mover as suas encomendas

PRIO-MUB

A MUB Cargo é uma startup que se propõe a fornecer os melhores transportes ao melhor preço para os seus clientes. Trata-se de uma empresa que liga pessoas, que precisam de transporte, com transportadores, que recolhem e entregam por si, num serviço que pode ser unicamente de transporte ou também de montagem.

Pode enviar caixas pequenas, até 20kg ou caixas com dimensões de 50x50x50 cm, caixas grandes (cujas dimensões são superiores às descritas anteriormente) e até fazer mudanças (com a possibilidade de requisitar montagem). Esta plataforma em formato de app, disponível para iOS e Android, permite-lhe obter orçamentos em simulador e fazer leilões com transportadores, de modo a obter o preço mais baixo possível pelo transporte.

O processo para usufruir do serviço é simples: regista-se e insere as informações relativas ao transporte que deseja. Na informação acerca da mercadoria deve incluir uma fotografia da mesma, peso e dimensões, bem como as moradas de recolha e entrega e o tempo limite para esta ser recolhida. Pode ainda definir com o transportador a data e horário desejado para a entrega.

O pagamento dos serviços varia de acordo com a tipologia de mercadoria que pretende enviar e a startup assegura dispor de métodos de pagamento seguros e confiáveis, que poderão ser também à sua escolha.

Assim que tenha feito uma escolha acerca do transportador e valor acordado, poderá fazer um tracking em tempo real do processo e caminho percorrido pelo transportador. Assim que a entrega for completa, receberá uma notificação e poderá avaliar o serviço.

Este é um serviço que promete facilitar bastante o processo complicado de mudanças, com um serviço que garante um nível base de qualidade, através das avaliações e feedback fornecido pelos próprios clientes e um valor competitivo.

A MUB Cargo é uma das startups escolhidas pela PRIO no âmbito do programa intensivo JumpStart, que procurou 5 startups com propostas inovadoras para revolucionar o setor industrial, com modelos inovadores de negócio e propostas de distribuição, produção industrial, entre outras.