Como poupar tempo no posto de abastecimento?

PRIO Ranholas

Tempo é dinheiro. Esta é uma daquelas frases quase milenares e que todos nós já dissemos em algum momento da nossa vida. E é tão mais verdade quando o que está em causa são tarefas que são indispensáveis à nossa vida como ir ao supermercado, entregar o IRS ou, simplesmente, colocar combustível no depósito do carro.

Não somos especialistas em IRS, mas podemos ajudar-te a reduzir o tempo que demoras a abastecer. É muito mais simples do que parece. Basta seguir quatro dicas sagradas:

 

Abastece nas horas de menor afluência

Quando o que se quer é poupar tempo, tem que se evitar as horas em que a maioria das pessoas abastece os seus carros. É preferível deixar o momento de ir ao posto mais próximo para as chamadas horas mortas do dia. Evita abastecer nas viagens para o trabalho ou para casa, porque são exatamente estes os momentos em que mais afluência têm os postos.

 

Atesta sempre o depósito

Não há melhor forma de poupar tempo a abastecer do que reduzir o número de vezes que vais a um posto de abastecimento. Se atestares sempre o depósito até poupas duas vezes: primeiro o tempo que passas a atestar por mês é menor, e também porque um depósito cheio permite uma maior poupança de combustível já que menos deslocações são sinónimo de menos combustível gasto e, consequentemente, mais dinheiro na carteira.

 

Usa os métodos de pagamento rápido da PRIO

Sabias que na maior parte dos postos da PRIO nem sequer precisas de te afastar do carro para pagar o combustível? Os postos estão equipados com um sistema que te permite fazer toda a operação com cartão junto ao carro. Menos tempo a pagar, menos tempo gasto nesta operação. Com a vantagem especial de, na PRIO, ainda teres acesso a descontos especiais que vão até aos dez cêntimos por litro, todos os dias do ano.

 

Procura postos com sistemas avançados de abastecimento

A PRIO é, muito provavelmente, a marca de combustíveis que mais tempo te permite poupar quando precisas de gasolina ou gasóleo. É que além permitir o pagamento nos terminal junto do carro, a PRIO tem ainda um sistema avançado de abastecimento. O que é que isto quer dizer? Que as mangueiras da PRIO debitam mais combustível, ou seja, demoras menos tempo a encher o depósito com a mesma quantidade de combustível.

6 mitos sobre poupança que te fazem gastar ainda mais dinheiro

Mitos

Basta um vídeo no YouTube, um artigo na Internet ou um conselho de um amigo para nos levar a adotar uma suposta dica de poupança, mas que na verdade acaba por nos custar mais dinheiro do que se não fizéssemos nada. Certamente já ouviste dizer que se andares em ponto morto nas descidas poupas combustível. Não é verdade!

Este é apenas um dos vários mitos que os condutores tendem a acreditar e que os fazem gastar mais combustível e, inevitavelmente, mais dinheiro. Para que isto não aconteça, lê com atenção os seis mitos sobre poupança que descontruimos e tenta alterar alguns dos teus hábitos:

O ar condicionado prejudica a eficiência do motor
O ar-condicionado de um carro precisa, inevitavelmente, de energia para funcionar, fazendo com que o motor trabalhe mais rápido e queime mais combustível. O problema é que, se desligarmos o ar condicionado, vamos acabar por abrir as janelas, o que pode eliminar qualquer ganho potencial criando um arrasto aerodinâmico. Está provado que o ar condicionado dos veículos modernos são tão eficientes que não causam qualquer consumo substancial na eficiência do motor.
De qualquer maneira, para melhorar o desempenho do motor com o ar condicionado ligado, o melhor é não conduzir a velocidades mais elevadas do que as recomendadas.

Andar em ponto morto não gasta combustível
Ao contrário do que seria de supor, andar com um veículo em ponto morto não poupa combustível. Nos carros modernos, com sistemas de injeção eletrónica, é enviado ainda mais combustível para a mistura quando deteta uma diminuição das rotações. O sistema de gestão eletrónica do veículo, entende o ponto morto como um sinal de que o motor está a desligar-se, pelo que tenta contrapor com mais combustível. Além disso, sem ter o auxílio do travão-motor em descidas, vais estar a desgastar ainda mais os travões quando os acionares.

Levar o ponteiro das rotações ao limite poupa combustível
Há quem goste de levar o ponteiro das rotações ao limite porque quer mais velocidade e há quem arraste a mudança por descuido ou preguiça. Isso só vai aumentar o consumo. A faixa ideal de passagem de relação na grande maioria dos carros situa-se em redor das 2000 rpm, pelo que, no máximo, vai até às 2500 ou 3000 rpm.

É bom dar uma aceleradela antes de desligar o motor do carro
Há quem ache que é importante dar uma última aceleradela antes de desligar o carro. Errado. Os carros modernos entendem isso como uma forma de injetar mais combustível na mistura de combustão, além de que o combustível não utilizado fica por queimar no interior dos cilindros.

Devemos andar em rotações baixas quando metemos mudanças altas
É comum pensar-se que é mais benéfico andar com o motor em mudanças altas e com as rotações muito baixas. Contudo, dessa forma o binário necessário para o correto funcionamento do motor tende a não ser atingido, esforçando ainda mais o bloco para repor o ritmo. Ou seja, mais consumo e, adicionalmente, mais esforço para o motor. Andar com as rotações acima das 1500 rpm é mais útil para uma condução desafogada.

O motor do carro precisa de aquecer antes de começar a conduzir
Os motores dos veículos modernos podem ser ligados dentro de segundos após o início, embora não devam ser submetidos a cargas extremas até que atinjam a sua temperatura normal. Além disso, a maneira mais rápida de aquecer o motor de um veículo é a conduzi-lo.

Três startups portuguesas rumam até Edimburgo

UPTEC---Climatelaunchpad
A final nacional da ClimateLaunchpad, a maior competição mundial de ideias ecológicas com impacto ao nível das alterações climáticas, decorreu na passada quinta-feira no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC), contando com o apoio da PRIO e a participação de Cristina Correia, Diretora de I&D da PRIO, como membro do júri.

Eco2Blocks, Spawnfoam e Cyanocare foram as três equipas vencedoras desta final portuguesa e rumarão em novembro até Edimburgo, na Escócia, para representarem Portugal na final internacional.

Além disso, a Spawnfoam terá ainda a oportunidade de participar no bootcamp do JumpStart, o programa de aceleração de startups da PRIO, que decorrerá entre os dias 14 e 15 de junho.

Descobre como o gás engarrafado da PRIO melhora a tua vida

ALTASPRIOGAS_07

 

 

Quando falamos de gás engarrafado, o primeiro ponto de discussão é quase sempre o preço. Neste capítulo não há muito a questionar, até porque já se sabe que a PRIO tem os preços mais competitivos do mercado. Mas, para quem não pensa apenas no preço e ainda não usa o gás engarrafado PRIO, temos vários argumentos capazes de convencer qualquer um.

É que quando se compra uma garrafa de gás PRIO, não se está apenas a comprar gás a preços competitivos. Está a comprar-se eficiência e saúde. Se não acreditas, vê aqui as vantagens do nosso gás engarrafado:

 

O gás PRIO é mais eficiente

O gás utilizado pela PRIO no enchimento das garrafas é gás propano. Este é um tipo de gás com uma maior capacidade de vaporização, ou seja, quando utilizamos uma garrafa de gás propano conseguimos consumir a totalidade do gás presente no interior da garrafa, mesmo no inverno, o que não acontece com as garrafas de gás butano. Portanto, não só tem um preço final mais competitivo, como permite usufruir efetivamente da totalidade do gás que compramos.

 

Oferecemos seguro e um kit de adaptação

A PRIO oferece aos seus clientes os kits de adaptação para gás propano. Tudo o que precisas de fazer é pedir o kit de adaptação no Posto no momento em que compras a tua garrafa de gás. Este kit é composto por Redutor, Mangueira e Abraçadeiras.

Além do kit, a PRIO oferece ainda um seguro Multi-proteção Casa e Bens. Este seguro é totalmente gratuito e é disponibilizado no momento da compra da primeira garrafa de gás PRIO. Uma vez ativo, este seguro garante, em caso de acidente, até ao limite de indemnização de 30.000€ por local de risco e sinistro.

 

É o melhor para a saúde

A garrafa PRIO com 9 kg de propano foi desenvolvida a pensar na saúde e conforto de todos os clientes. É uma garrafa mais pequena e, por isso, é também mais leve. Isto quer dizer que tudo junto – gás e garrafa – o peso total são os 19 kg, um valor mais baixo dos que os 20 kg apontados pela Organização Mundial de Saúde como o peso máximo que uma pessoa deve transportar. Se juntarmos a isto um preço mais competitivo, é fácil perceber que os nossos clientes saem duplamente a ganhar: melhor preço e menos esforço ao transportar a garrafa.

PRIO apoia o primeiro rally ecológico em Portugal

O Portugal Eco Rally, que terá lugar nos próximos dias 9 e 10 de junho e se assume como o primeiro rally ecológico em terras lusas, contará com o patrocínio da PRIO
2018-eco-rally-Oeiras-PRIO
A PRIO decidiu apostar na primeira prova ecológica pelo seu carácter inovador e diferenciador em Portugal e porque acredita que este evento será uma oportunidade para os portugueses se convencerem do potencial dos carros eléctricos. A PRIO é uma das empresas no país que mais aposta na inovação das energias alternativas, assumindo na nossa estratégia a energia elétrica como uma das energias do futuro e, por isso, seria inevitável esta parceria com o Portugal Eco Rally.
No âmbito deste apoio, a prova, que terá lugar nas zonas de Oeiras, Arrábida e Sintra, num total de 372 quilómetros, terá a partida para uma etapa junto ao posto de abastecimento de Santo Amaro de Oeiras, com a participação de cerca de 30 carros/equipas. Organizada pelo Classic Clube de Portugal, em parceria com a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) e com o apoio do município de Oeiras, o Portugal Eco Rally é a quarta etapa do FIA Eletric and New Energy Championship 2018, que passa por 11 países, como Itália, Grécia, Japão, Mónaco, Espanha, entre outros.

PRIO, a tua escolha inteligente!

CaverFB

“PRIO, a tua escolha inteligente” é o mote da nossa nova campanha, que assenta no argumento “optar por qualidade é a escolha mais inteligente”, dando oportunidade a todos os portugueses de usufruírem de combustíveis de qualidade a um preço sempre inferior.

Com base na premissa que a PRIO é a única gasolineira a disponibilizar combustíveis aditivados a preços mais acessíveis que os simples, e suportada por estudos que corroboram as vantagens dos combustíveis aditivados na duração dos motores, esta nova campanha é simples, direta e apoiada em mensagens divertidas, dando ainda visibilidade à rede de postos e proximidade às diferentes regiões e localidades.

Como marca 100% Portuguesa de combustíveis, ocupámos, durante muito tempo, um posicionamento assente, sobretudo, nos preços baixos, apostamos agora num posicionamento capaz de criar um território próprio para a marca, estabelecendo a diferença no mercado e reforçando os principais atributos PRIO, como a qualidade inequívoca dos produtos e o excelente serviço ao cliente.

A nova campanha representa ainda uma viragem no nosso “tom” de comunicação, aproximando a marca aos consumidores através de um discurso direto, descontraído e informal, colocando a PRIO no top of mind dos portugueses, sempre que se fala de qualidade de combustíveis e serviços.

imagem_campanha_PR

Estes truques prolongam a vida do seu carro

Dicas poupar carro

Quase todos os condutores sabem que, se querem que o seu carro sobreviva além dos primeiros anos de vida, há uma série de cuidados básicos a ter. Mudar o óleo, trocar pneus, verificar níveis, mudar filtros e pastilhas de travões. Estas são as coisas a que devemos dar atenção nas manutenções periódicas a que devemos levar o nosso carro e que são vitais não só para a saúde do motor, mas também para a sua segurança e de todas as pessoas que viajam consigo.

Mas se, por um lado, estas verificações e trocas ajudam a garantir que o seu carro funciona no dia a dia, a verdade é que há algumas tarefas que pode realizar e que permitem que o seu carro dure mais tempo. São estes pequenos truques que prolongam a vida do motor, mantêm a viatura com um aspeto mais cuidado e que permitem que o valor de mercado não caia de uma forma tão rápida como costuma acontecer com qualquer carro.

Mantenha o carro limpo
Por fora e por dentro. E por diferentes razões. Em primeiro lugar não é difícil perceber que um carro que não é lavado convenientemente e de tempos a tempos acaba por ficar com a pintura estragada mais depressa. As poeiras, areias, manchas de água ou resina são verdadeiros inimigos da pintura e podem custar-lhe muito dinheiro. Para combater todos estes elementos, certifique-se que lava o seu carro, pelo menos, uma vez a cada duas semanas. E se é daquelas pessoas que não gosta de perder muito tempo a lavar o carro, o melhor a fazer é passar num espaço de Lavagem Auto ‘Maxi Micro Wash´ da PRIO.
Mas atenção, tão importante como deixar o seu carro a brilhar por fora, é limpar o interior do veículo. Hidratar os plásticos ou peles interiores permite manter o valor do carro e as limpezas evitam a acumulação de bolores e bactérias que são potencialmente perigosos para a sua saúde.

Não ande com peso a mais
Quantas vezes não andou meses com as malas da praia, os chapéus de sol, de chuva e brinquedos na mala do seu carro. Não é só tralha que transporta quando anda com a mala do carro cheia de coisas. É peso a mais que acabam por puxar mais pelo seu carro. O desgaste dos pneus é maior, o esforço e desgaste do motor também.
Claro que a curto prazo isto não tem um significado especial, mas se somar todas as vezes que andou com peso desnecessário no carro e fizer um exercício simples de matemática, perceberá rapidamente que, além de estar a exigir demais ao seu veículo, também anda a gastar mais combustível do que devia. Mesmo que tenha sempre o cuidado de abastecer o seu carro na PRIO e poupar de cada uma destas vezes com os descontos que chegam aos dez cêntimos por litro.

Não puxe pelo motor assim que começa uma viagem
Já se sabe que as manhãs são passadas a correr: de casa para a escola dos miúdos e depois para o trabalho, sempre num contra-relógio constante. Assim é difícil não começar logo a puxar pelo carro. No entanto, e por muito que o bem-estar do nosso veículo seja a última das preocupações, a verdade é que o motor precisa de algum tempo para aquecer convenientemente e fazer chegar óleo a todos os seus elementos. Quando isto não acontece, o desgaste do motor é maior e muito mais rápido, tirando anos de vida ao seu carro.

Fique pelas rotações mais baixas
Baixas rotações durante a condução são sinónimo de eficiência. Circular com rotações mais elevadas queima combustível de forma mais rápida e acaba por se traduzir num maior desgaste de todo o carro. Se quer que o seu motor possa aguentar mais quilómetros ao longo de toda a sua vida útil, o ideal é sempre usar mudanças mais altas e as descidas para usar a inércia do carro e baixar as rotações do motor.

8 razões para comprar um carro elétrico

Razões para comprar um carro elétrico

Já há muito tempo que os carros elétricos deixaram de ser apenas uma novidade e todos os dias nos cruzamos com estes veículos silenciosos. Os números não enganam e mostram que Portugal é um dos países do mundo onde mais pessoas se estão a converter aos veículos elétricos. E cada vez mais há razões para o fazer.

Por isso, se está a pensar em trocar de carro nos próximos tempos, a pergunta que se deve colocar é: por que é que não compra um carro elétrico? A verdade é que os problemas originalmente apontados aos veículos elétricos estão, na maioria, resolvidos ou em vias de estar solucionados: os custos estão mais baixos, as baterias são mais resistentes, o tempo de carregamento diminuiu, a performance dos veículos tem vindo a ser substancialmente melhorada e há cada vez mais pontos de carregamento – a PRIO, por exemplo, conta com a maior rede nacional de pontos de carregamento para veículos elétricos.

Portanto, é muito extensa a lista de argumentos que podem ajudá-lo a tomar a decisão de comprar um veículo elétrico. Mas se ainda não está convencido, veja aqui todos os argumentos que o farão mudar de ideias:

Têm enormes benefícios fiscais
Sabia que o Governo lhe paga para comprar um carro elétrico? E aqui não é pagar no sentido figurado: suportado pelo Fundo Ambiental, o Estado dá um subsídio no valor de 2250€ às primeiras mil pessoas a apresentarem um comprovativo de compra de um carro elétrico. Mas os benefícios não ficam por aqui. Quem quer adquirir um automóvel elétrico pode já ficar a saber que o preço do veículo não inclui o Imposto Sobre Veículos (ISV). Estes beneficiam ainda de um baixo Imposto Único de Circulação (IUC), entre 7,91€ e 35,87€.

Os carros elétricos são mais baratos
De um modo geral, o preço de um veículo elétrico novo não é muito diferente do preço dos veículos tradicionais. Mais extra, menos extra, os preços acabam por oscilar pouco e a comparação, no papel, parece simples de fazer porque os valores são aproximados. No entanto, há uma diferença muito grande entre o valor que está no papel e o preço que efectivamente tem que pagar no final é grande, uma vez que há um conjunto muito alargado de incentivos e benefícios fiscais que reduzem o preço final dos veículos elétricos.

Os carros elétricos são mais amigos do ambiente
Este é o argumento mais ouvido e que é repetido até à exaustão em qualquer discussão, debate ou conversa sobre veículos elétricos. Mas a verdade é que é mesmo assim: um carro elétrico tem zero – zero – emissões de gases para a atmosfera.

Pode carregar um carro elétrico sem sair de casa
Se comprar um carro elétrico pode passar o resto da sua vida sem depender de postos de abastecimento. Claro que há imensas vantagens em usar pontos de carregamento como os que a PRIO tem na sua rede, mas a possibilidade de poder carregar o seu carro em casa ou até enquanto trabalha lhe tira imenso peso e preocupações dos ombros. E se fizer um investimento em painéis solares para a sua casa, até pode carregar a bateria do seu carro sem gastar um único cêntimo.

Passam os mesmos testes de segurança que os outros veículos
É um erro pensar que os veículos elétricos são, por alguma razão, menos seguros do que os veículos movidos a combustível tradicional. Até porque, para obterem autorização dos reguladores para chegar ao mercado, os veículos elétricos – independentemente da marca e do modelo – têm que ser submetidos ao mesmo número e tipo de testes de segurança que todos os carros que são comercializados. Curiosamente, os testes mais recentes mostram que a maior parte dos carros elétricos não só são tão seguros como os seus parentes, como em algumas situações têm um desempenho ainda melhor em termos de segurança.

A manutenção é mais barata
A equação é simples: modelos menos complexos e com menos peças são mais baratos de reparar. Esqueça as mudanças de óleo, esqueça a correia de transmissão ou a caixa de velocidades que parte. Já fez contas ao dinheiro que gastou nestes componentes ao longo dos últimos anos e quanto poupará se não tiver esse encargo no futuro. A grande preocupação com a manutenção de um carro elétrico prende-se com a saúde das baterias, mas as baterias têm um prazo de vida aproximado de 15 anos e atualmente a maior parte dos modelos de carros elétricos tem uma garantia de 8 anos/100 mil quilómetros.

São mais silenciosos (por fora e por dentro)
Uma das primeiras coisas em que quem conduz um veículo elétrico repara é na ausência de ruído. Ao início até pode ser estranho carregar no acelerador e não ouvir qualquer som, mas verá que se rapidamente se habituará a desfrutar deste silêncio. Um silêncio que, de resto, se estende ao exterior, especialmente quando circulamos em zonas urbanas. É o verdadeiro modo ninja.

Diga adeus aos parquímetros
São já muitas as cidades portuguesas – entre as quais Lisboa – onde os veículos elétricos estão isentos de pagar estacionamento. Portanto, se comprar um veículo elétrico não precisa mais de se preocupar em andar com trocos para o parquímetro ou de passar o tempo a olhar para o relógio com medo das multas ou dos bloqueadores.

9 erros que comete quando lava o seu carro

Erros lavagem do carro

Vista por muitos como uma tarefa terapêutica e seguida por alguns como uma verdadeira religião, a limpeza do carro é uma tarefa que tem um potencial muito grande de valorização e prolongamento da vida do veículo. Além de nos sentirmos bem quando andamos com o carro mais limpo, a verdade é que a aspiração, a limpeza de vidros e a lavagem do chassis podem mesmo ajudar a reduzir o risco de acidentes provocados pela fraca visibilidade de um pára-brisas sujo.

Contudo, embora esta pareça uma tarefa relativamente simples, há alguns cuidados que deve ter quando limpa o seu carro, para garantir que todo o esforço não é em vão. Há alguns erros que quase todos os condutores cometem quando limpam e lavam o seu carro e que podem reduzir o valor e tirar anos de vida ao seu veículo:

1. Lavar o carro ao sol 

À primeira vista pode parecer uma ótima ideia. Aproveitar um dia de sol para lavar o carro aparentemente junta o útil ao agradável e dá-lhe a possibilidade de se refrescar um pouco enquanto limpa o carro. No entanto, o calor elevado seca a água demasiado depressa, deixando marcas de água que podem danificar a pintura do seu veículo. Nos dias mais quentes, aproveite sempre as primeiras horas da manhã ou os últimos raios de sol para lavar o seu carro.

 

2. Usar detergentes que não são adequados para carros

Se tem uma mistura secreta de champô e detergente para a loiça que retira toda a gordura e que é um segredo que o seu pai lhe ensinou há 20 anos atrás, tem de parar já porque está a dar cabo do seu carro. Para garantir que a lavagem é realmente eficaz, tem de usar os produtos mais eficazes e menos abrasivos para a pintura. Para garantir que não está a usar nenhum produto desadequado e que até a água que usa é amiga do seu carro, o melhor é procurar sempre um Posto PRIO com um ponto de Lavagem Auto Maxi Micro Wash.

 

3. Lavar o carro com balde e esponja

Imagine todos os grãos de poeira, areia e partículas abrasivas que se juntam no seu carro. Agora junte-os todos numa esponja molhada. Parabéns, acaba de criar uma lixa artesanal. Para tratar de madeiras com arestas salientes até pode ser útil, mas se está a pensar em usar a esponja no carro mais vale pegar na chave e riscá-lo de uma ponta à outra. Além disso, usar o balde com a mesma água em todo o carro só espalha a sujidade, não a elimina. Mais uma vez, se quer ficar mesmo orgulhoso do seu trabalho e poupar a dor nas costas, um Posto PRIO com um ponto de Lavagem Auto Maxi Micro Wash é o local a que se deve dirigir.

 

4. Comece sempre pela parte de cima do carro

Pode não parecer, mas é no topo do seu carro que se acumula uma grande parte das poeiras e sujidade. Por isso, para não ter que lavar duas vezes o carro, comece sempre a lavagem por aqui. Assim garante que a sujidade vai escorrendo em direção à parte inferior do veículo, que deve deixar para último no processo de lavagem.

 

5. Negligenciar os pneus

São um dos componentes que mais sujidade acumula e que tem maior potencial de estragar uma lavagem perfeita. Se quer garantir que o seu carro está impecável quando sai de um ponto de Lavagem Auto Maxi Micro Wash da PRIO, perca algum tempo a lavar e a limpar os pneus.

 

6. Não limpar os pousa copos

É comprovadamente um dos locais mais sujos e que mais bactérias acumula no interior do carro. E por muito bem lavado que esteja o seu carro, se não der a devida atenção ao local onde pousa bebidas, moedas ou até o seu telemóvel, vai acabar por adoecer sem perceber muito bem porquê.

 

7. Esquecer o tablier

Numa escala menor do que o pousa copos, o tablier do seu carro é também um espaço onde as bactérias se desenvolvem e florescem com grande facilidade. Além disso, é um ponto onde facilmente se acumula gordura que depois pode agarrar-se ao pára-brisas e reduzir a visibilidade durante a condução. Por tudo isto, não se fique só pela passagem de um paninho nesta zona. Nas lojas dos Postos PRIO encontra toalhitas e sprays especializados para deixar o seu tablier como novo.

 

8. Não limpar os tapetes

Não, não basta passar o aspirador para deixar os tapetes do seu carro limpos. É que tudo o que passa pelos seus pés acaba nos tapetes do carro e a única forma de os limpar convenientemente é retirá-los do carro, sacudi-los e até lavá-los com a mangueira a jato. Só assim elimina a sujidade e as bactérias acumuladas.

 

9. Desperdiçar água

Ok, antigamente era mais do que normal lavar o carro com a velhinha mangueira: abria-se no início da lavagem e só se fechava uma hora depois, originando aqueles rios que desciam a rua e anunciavam que o vizinho estava a lavar o “boguinhas”. Mas já estamos em 2018. Desperdiçar água desta maneira não só é insensato tendo em conta a escassez existente no mundo, como custa muito dinheiro. Para evitar desperdícios desnecessários, a solução passa por lavar sempre o seu carro num ponto de Lavagem Auto Maxi Micro Wash da PRIO. Aqui pode abrir e fechar a água do sistema jetwash durante a lavagem, reduzindo imediatamente o dinheiro que gasta com este processo. Além disso, a PRIO tem um sistema muito inovador de reaproveitamento de água, garantindo que, mesmo a água que cai no chão durante a lavagem é reutilizada noutras tarefas, como a rega.

Estes são os carros mais poupados do mercado

Carros mais Poupados do mercado

É oficial: os portugueses estão de novo a mudar de carro. A comprovar isso mesmo estão os dados mais recentes da ACAP, que revelou que, só no primeiro trimestre de 2018, a emissão de novas matrículas registou um aumento de 4,7% face ao mesmo período do ano passado. Se está a pensar trocar de carro e juntar-se aos portugueses que já andam com um veículo novo na estrada, seguramente anda a estudar as melhores opções do mercado antes de avançar para o test-drive.

Um dos pontos mais importantes a analisar na hora de escolher um carro novo é o consumo de combustível. Sim, porque a PRIO está sempre disponível para o ajudar a poupar dinheiro na hora de abastecer o carro, com descontos diários que chegam até aos dez cêntimos por litro, mas ainda não fazemos milagres e, por isso mesmo, o melhor é procurar os modelos mais poupados do mercado.

E foi exatamente a pensar nesta questão que fomos olhar para os modelos mais recentes do mercado, à procura dos campeões da poupança de combustível. Veja aqui as soluções mais económicas que encontrámos:

 

Fiat 500 TwinairFiat 500 Twinair 85CV (Gasolina) – 3,8 litros/100 Km

 

 

 

 

 

citroen c3Citröen C3 1.6 Blue HDI 75CV (Diesel) – 3 litros/100 Km

 

 

 

 

 

peugeot 108Peugeot 108 1.0 VTI 69CV (Gasolina) – 4,2 litros/100 Km

 

 

 

 

 

opel corsaOpel Corsa 1.3 CTDI 95 CV (Diesel) – 3,1 litros/100 Km

 

 

 

 

 

peugeot 308Peugeot 308 Access 1.6 Blue HDI 120 CV (Diesel) – 3,1 litros/100 Km

 

 

 

 

opel astraOpel Astra 1.0 Ecotec 105 CV (Gasolina) – 4,5 litros/100 Km