Os melhores parques aquáticos para descobrir este verão

parques aquaticos

Dos escorregas gigantes que prometem uma tarde de adrenalina para os adultos às piscinas com diversões infantis para os miúdos, existem vários parques aquáticos que valem a pena visitar. Temos uma lista dos melhores nas principais regiões do País para que não te percas, onde quer que estejas a passar férias.

A maior novidade deste verão é o Aqua Splash Seixal, no Seixal. Fica junto do cais fluvial da cidade e tem escorregas, minipiscinas, tubos insufláveis, mini-barcos e um campo de futebol. Já na parte dedicada aos adultos, há piscinas com obstáculos insufláveis, bolas gigantes e três slides aquáticos com velocidade. Além disso, tem uma área ideal para as pausas: uma zona lounge com stands de comida de rua.

Outro dos melhores parques aquáticos para conhecer este verão é o de Amarante — o maior da Península Ibérica localizado numa montanha. A maior atração é o Fast Mountain, com 22 metros de altura e 180 de comprimento. A descida é feita numa bola insuflável.

Vê aqui todas as nossas sugestões:

moncorvoAquafixe: em Torre de Moncorvo fica o Aquafixe, com 500 metros de pista para escorregar. A mais famosa — e mais rápida — é a Speed Mountain. Outras delas são a Speed River, Black Shark e Twisted Tracks. Todas elas têm curvas e contracurvas para os miúdos (e adultos, claro) se divertirem. O Aquafixe também tem um escorrega só para crianças e um parque infantil para quando for preciso fazerem uma pausa da água. Funciona até ao final de setembro — os adultos até aos 64 anos pagam 16€ pelo bilhete e os miúdos até aos 11 anos pagam 9€.

Posto PRIO mais próximo: Torre de Moncorvo

 

AmaranteParque Aquático de Amarante: é o maior parque aquático de montanha da Península Ibérica. No Parque Aquático de Amarante há um escorrega chamado Fast Mountain que foi a grande atração do parque no último verão. Tem uns impressionantes 22 metros de altura e 180 de comprimento, sendo que a descida é feita numa bóia insuflável. É impróprio para quem tem medo do escuro: como a atração tem uma forma tubular, a única coisa que se vê durante o percurso é a luz ao fundo do túnel. Além do Fast Mountain, existem seis pistas múltiplas e quatro pistas rápidas, o tubo caracol e dois parques aquáticos infantis. O Parque Aquático de Amarante fica numa encosta do rio Tâmega. Este ano está em funcionamento todos os dias entre as 10 e as 19 horas, até 17 de setembro. Para além das atrações, há um bar e um snack-bar com esplanada. Os preços começam nos 7€ para os miúdos e 13€ para os adultos.

Posto PRIO mais próximo: Amarante

 

SantaremParque Aquático de Santarém: Uma piscina exterior recreativa com dois jogos de água e uma cascata, escorregas com três pistas fofas e duas em caracol. Uma piscina de ondas e um chapinheiro para bebés. Na zona “conforto” — é assim que lhe chamam —, amplos espaços verdes e uns quantos chapéus de sol de colmo. É assim o Parque Aquático de Santarém, que vai estar aberto todos os dias até ao final do verão, das 10 horas às 19h30. Os bilhetes podem custar 7,25€ (maiores de 12 anos), 3,95€ (quatro aos 12 anos) e 3,3€ (maiores de 65 anos). Também é possível optar pelo bilhete familiar, que fica a 19,45€ (dois adultos e duas crianças).

Posto PRIO mais próximo: Portela das Padeiras

 

SeixalAqua Splash Seixal: O parque aquático — que fica junto à Estação fluvial da Transtejo — tem quatro áreas principais: o lounge, a parte de street food, o Aqua Fun e a zona Kids. Nesta última, está instalada uma área com escorregas, minipiscinas, tubos insufláveis, mini-barcos e um campo de futebol. Já na parte dedicada aos adultos, há piscinas com obstáculos insufláveis, bolas gigantes e três slides aquáticos com velocidade. O Aqua Splash Seixal está aberto todos os dias, até 19 de setembro, entre as 10 e 20 horas. Aos dias de semana os miúdos dos dois aos 12 anos pagam 6€ e os adultos 9€. O pack família (dois adultos e duas crianças) fica a 26€. Aos fins de semanas, os preços aumentam: os miúdos pagam 8€ e os adultos 12€ — o pack custa 36€.

Posto PRIO mais próximo: Amora

 

AlgarveAquashow Park: O mais difícil de entrar no Aquashow Park é escolher onde ir primeiro. Há um escorrega de queda livre quase vertical, os tubos lentos, as pistas rápidas, as coloridas e aceleradas pistas da Speed Race, os tubos escuros do Twin Space Shuttle, a piscina Aqualândia — com um parque infantil e cheia de diversões para os miúdos —, ou a montanha russa, entre várias outras diversões. No final do dia vai estar estafado. O parque na Quarteira está aberto todos os dias entre as 10 horas e as 18h30 durante o mês de julho. Em agosto encerra meia hora mais tarde, pelas 19 horas. As pessoas entre os 11 e os 64 anos pagam 29€ pelo bilhete diário, e os séniores e os miúdos entre cinco e dez anos pagam 19€.

Posto PRIO mais próximo: Santa Bárbara de Nexe

 

5 sítios fantásticos para visitar no interior de Portugal

Tesouros

Há quem não goste de praia, dispense os dias passados à beira da piscina, e que prefere passar as férias a passear. A andar de um lado para o outro, de carro, para ficar a conhecer aquilo que de melhor Portugal tem. Se és uma destas pessoas, então este artigo é para ti. E nada melhor que visitar o interior do País, muitas vezes esquecido, mas tão autêntico e misterioso.

É lá que existem aldeias e vilas desconhecidas com linguagem, tradições e comida tipicamente portuguesas. Fomos procurar as melhores sugestões de vilas e aldeias desconhecidas no interior de Portugal que são verdadeiras pérolas escondidas e o resultado está aqui:

 

pitoes das juniasPitões das Júnias

Em pleno Parque Natural da Peneda-Gerês, no concelho de Montalegre, Pitões das Júnias é uma das mais pitorescas aldeias transmontanas. De aspeto medieval, a aldeia parece que parou no tempo: tem poucos habitantes, construções em pedra e uma beleza natural incomparável.

Posto PRIO nas proximidades: Montalegre

 

MontesinhoMontesinho

Montesinho é uma aldeia típica transmontana a 100 metros de altitude, em pleno Parque Natural de Montesinho. A serenidade desta aldeia convida a passar uns dias numa das casas em granito com telhados em lousa e varandas em madeira, com vista para a serra. Ao caminhares pelas ruas da aldeia, rapidamente te apaixonas pela sua beleza intemporal.

Posto PRIO nas proximidades: Bragança

 

Linhares da BeiraLinhares da Beira

No distrito da Guarda, Linhares da Beira, aldeia medieval do século XII, tem uma diversidade arquitetónica e artística ímpar. Em 1169, recebeu o seu primeiro foral, atribuído por D. Afonso Henriques. Siga o nosso conselho: passeia pelas ruas desta aldeia e conhece o seu passado. Vai valer a pena.

Posto PRIO nas proximidades: Fornos de Algodres

 

MonsantoMonsanto

A aldeia histórica de Monsanto localiza-se a 25 quilómetros de Idanha-a-Nova, na região da Beira Baixa. É considerada a aldeia mais portuguesa do nosso País, não fossem as construções em granito e o imponente castelo.

Posto PRIO nas proximidades: Medelim

 

piodaoPiodão

Na aldeia de Piodão, no concelho de Arganil, podem ver-se as típicas casas de xisto e lousa, com janelas em madeira, que tão bem a caracterizam. Também conhecida como “Aldeia Presépio”, Piodão é um dos sítios mais bonitos de Portugal.

Posto PRIO nas proximidades: Oliveira do Hospital

 

7 coisas que não podes deixar dentro do carro no verão

carro calor verao

Já diz o provérbio popular que não há mal que sempre dure e parece ser mesmo isso que está a acontecer este verão. Depois de semanas de uma primavera com temperaturas amenas que parecia não ter fim, chegou finalmente o calor. E de que forma: de acordo com as autoridades, nos próximos dias, os termómetros vão subir acima dos 40 graus em mais de metade do País.

E se para os amantes da praia, de piscina e para todas as pessoas que passaram os últimos tempos a rogar pragas ao São Pedro, estas são boas notícias, para os carros a história é completamente diferente. Já se sabe o que vai acontecer: enquanto estiveres na praia, o teu carro fica ao sol e tudo o que lá estiver dentro vai atingir temperaturas verdadeiramente abrasadoras.

Segundo os especialistas da Venson Automotive Solutions, uma empresa britânica de gestão de frotas automóveis, há uma série de objetos que costumamos ter dentro do carro e que, com o calor, o podem destruir completamente. Segundo estes especialistas, quando um carro está ao sol funciona de uma forma muito semelhante a uma estufa e bastam 10 minutos para a temperatura interior chegar aos 50 graus celcius, mesmo que no exterior estejam apenas 21 graus. Ao fim de uma hora, a temperatura interior alcança facilmente os 82 graus, tão quente como alguns fornos.

Por tudo isto, há alguns objetos que a Venson recomenda que sejam retirados de dentro de qualquer viatura nos dias mais quentes:

Isqueiros: quando são sujeitos a altas temperaturas podem explodir e causar um incêndio no carro. De acordo com a Venson, este tipo de ocorrências é raro, mas ainda há pouco tempo foi registado um caso de um isqueiro que explodiu e pegou fogo ao carro.

Recipientes de combustível: os jerricans com gasóleo ou gasolina têm de ser os primeiros a sair de dentro do carro. É que, com o calor, os vapores dentro do recipiente podem expandir e com o aumento da pressão os vapores não conseguirão sair levando a que um objeto destes possa explodir.

Garrafas de plástico: as altas temperaturas podem derretê-las. Mesmo que não as derreta, o calor pode levar a alterações químicas no plástico, transformando o conteúdo num verdadeiro risco para a saúde.

Aerossóis: sejam latas de lubrificantes, de tinta ou desodorizantes, têm que estar fora do calor. As altas temperaturas podem fazer a pressão dentro das latas aumentar até à explosão.

Canetas: podem rebentar e espalhar tinta por todo o lado dentro do carro.

Pilhas: o calor é suscetível de fazer com que o ácido das pilhas comece a verter.

Bebidas enlatadas com gás: podem explodir sob grande calor.

Sabes quando é que deves trocar os pneus do teu carro?

pneus

 

 

Ter os pneus do carro em más condições é meio caminho andado para se ter problemas. Pneus desgastados derrapam mais, têm maior risco de rebentar e são um verdadeiro perigo para ti e para quem transportas no teu carro.

Para garantir que nunca tenhas nenhum problema provocado pelo estado dos teus pneus, temos algumas dicas que te podem ajudar:

Verifica regularmente a pressão dos pneus
Não tem nada que saber e não custa nada. Basta passares num Posto PRIO uma ou duas vezes por mês para garantir que estás a circular com os pneus com a pressão certa. Nestes casos, o ideal é ver sempre qual é a recomendação do fabricante do teu automóvel, para assegurar que tens a pressão correta. Este é o primeiro passo para evitar o desgaste prematuro das rodas, o consumo excessivo de combustível e potenciais rebentamentos.

Os pneus que tens são os adequados?
No manual do carro estão sempre identificadas as medidas de pneu que deves usar no veículo. Sempre que trocares de pneus, não te esqueças de verificar se estás a colocar os pneus corretos. Além de ser ilegal e dar direito a multa, andar com pneus que não estão homologados para o teu carro também pode constituir um perigo na condução.

Vê se há deformações nos pneus
Se por um lado, um olhar mais treinado ajuda a detetar problemas com os pneus; por outro, há coisas que saltam à vista de qualquer um, como deformações ou irregularidades. Basta teres o cuidado de, com alguma regularidade, fazeres uma revista rápida às rodas. Deformações que saltem à vista ou desgaste irregular – mais nas bordas do pneu, por exemplo – são motivo de preocupação e devem merecer uma visita ao mecânico.

Verifica se estão a ficar carecas
A forma mais eficaz de ficar a saber em menos de um minuto se os pneus estão a ficar carecas é pegar numa moeda de um euro e inserir numa das ranhuras do pneu. Se quando fizeres isto conseguires ver a parte dourada do aro, quer dizer que a profundidade do sulco do teu pneu está curta e que está na hora de mudar de pneus. Recomenda-se que a profundidade dos sulcos do pneu tenha cerca de 3 milímetros. A profundidade mínima dos principais sulcos do pneu deve ser de pelo menos 1,6 mm. Se estiver abaixo deste mínimo legal, quer dizer que tens de os trocar.

Não adies a troca de pneus
Se não houver nenhum problema como desgaste anormal, os pneus devem trocar-se a cada 40 mil quilómetros, mais ou menos. Faças o que fizeres, não adies muito a operação. É uma questão de segurança, mas também de poupança: trocar pneus sai bem mais barato do que um trabalho de reparação de chapa.

Como poupar tempo no posto de abastecimento?

PRIO Ranholas

Tempo é dinheiro. Esta é uma daquelas frases quase milenares e que todos nós já dissemos em algum momento da nossa vida. E é tão mais verdade quando o que está em causa são tarefas que são indispensáveis à nossa vida como ir ao supermercado, entregar o IRS ou, simplesmente, colocar combustível no depósito do carro.

Não somos especialistas em IRS, mas podemos ajudar-te a reduzir o tempo que demoras a abastecer. É muito mais simples do que parece. Basta seguir quatro dicas sagradas:

 

Abastece nas horas de menor afluência

Quando o que se quer é poupar tempo, tem que se evitar as horas em que a maioria das pessoas abastece os seus carros. É preferível deixar o momento de ir ao posto mais próximo para as chamadas horas mortas do dia. Evita abastecer nas viagens para o trabalho ou para casa, porque são exatamente estes os momentos em que mais afluência têm os postos.

 

Atesta sempre o depósito

Não há melhor forma de poupar tempo a abastecer do que reduzir o número de vezes que vais a um posto de abastecimento. Se atestares sempre o depósito até poupas duas vezes: primeiro o tempo que passas a atestar por mês é menor, e também porque um depósito cheio permite uma maior poupança de combustível já que menos deslocações são sinónimo de menos combustível gasto e, consequentemente, mais dinheiro na carteira.

 

Usa os métodos de pagamento rápido da PRIO

Sabias que na maior parte dos postos da PRIO nem sequer precisas de te afastar do carro para pagar o combustível? Os postos estão equipados com um sistema que te permite fazer toda a operação com cartão junto ao carro. Menos tempo a pagar, menos tempo gasto nesta operação. Com a vantagem especial de, na PRIO, ainda teres acesso a descontos especiais que vão até aos dez cêntimos por litro, todos os dias do ano.

 

Procura postos com sistemas avançados de abastecimento

A PRIO é, muito provavelmente, a marca de combustíveis que mais tempo te permite poupar quando precisas de gasolina ou gasóleo. É que além permitir o pagamento nos terminal junto do carro, a PRIO tem ainda um sistema avançado de abastecimento. O que é que isto quer dizer? Que as mangueiras da PRIO debitam mais combustível, ou seja, demoras menos tempo a encher o depósito com a mesma quantidade de combustível.

Descobre para onde vai o óleo alimentar que reciclas

Pasta de dentes

Estamos em 2018, em pleno século XXI. Não há razão absolutamente nenhuma para não reciclarmos o óleo alimentar que gastamos. Em primeiro lugar porque reciclar óleo é ajudar o planeta a ser mais verde – basta um litro de óleo usado para contaminar um milhão de litros de água. Mas também porque o óleo reciclado tem mais de uma centena de utilizações diferentes.

Quando o óleo usado chega à Fábrica de Biodiesel da PRIO, em Aveiro, é submetido a uma série de processos químicos que separam os vários componentes. As impurezas são retiradas e devidamente tratadas para eliminar qualquer possibilidade de contaminação. Já purificado, o óleo é depois trabalhado por forma a produzir o biocombustível que é uma fonte de energia verde e que reduz as emissões de gases com efeito de estufa.

Mas o processo não acaba aqui: durante as reações químicas que ocorrem durante a produção de biocombustível é possível separar glicerol do óleo usado. Sim, é um produto com um nome estranho, mas que tem aplicações infinitas, e muitas delas acabam de volta à nossa casa.

Descobre as aplicações mais comuns para o glicerol:

Indústria farmacêutica
O glicerol é um dos ingredientes mais utilizados na composição de cápsulas, supositórios. É também utilizado na produção de xaropes, cremes e pomadas, antibióticos e anti-sépticos.

Indústria Cosmética
O glicerol não é tóxico, não é irritante, não tem cheiro nem sabor. Por isso mesmo, é um dos produtos de eleição da indústria cosmética e é usado na produção de pastas de dentes, cremes de pele, loções para a barba, desodorizantes, batons e maquilhagens.

Tabaco
O glicerol torna as fibras do tabaco mais resistentes e evita quebras. Por isso mesmo, é muitas vezes usado na composição dos filtros de cigarros e como veículo de aromas.

Têxteis
Durante a produção de roupa, muitas fábricas utilizam glicerol como amaciador dos tecidos. O glicerol permite ainda aumentar a flexibilidade das fibras têxteis.

Alimentos e bebidas
O glicerol é uma substância umectante. Isto significa que ajuda a prevenir a perda de humidade. Esta característica leva a que seja muitas vezes utilizado como conservante de bebidas e alimentos como refrigerantes, pastilhas elásticas, bolos e ração para animais.

6 mitos sobre poupança que te fazem gastar ainda mais dinheiro

Mitos

Basta um vídeo no YouTube, um artigo na Internet ou um conselho de um amigo para nos levar a adotar uma suposta dica de poupança, mas que na verdade acaba por nos custar mais dinheiro do que se não fizéssemos nada. Certamente já ouviste dizer que se andares em ponto morto nas descidas poupas combustível. Não é verdade!

Este é apenas um dos vários mitos que os condutores tendem a acreditar e que os fazem gastar mais combustível e, inevitavelmente, mais dinheiro. Para que isto não aconteça, lê com atenção os seis mitos sobre poupança que descontruimos e tenta alterar alguns dos teus hábitos:

O ar condicionado prejudica a eficiência do motor
O ar-condicionado de um carro precisa, inevitavelmente, de energia para funcionar, fazendo com que o motor trabalhe mais rápido e queime mais combustível. O problema é que, se desligarmos o ar condicionado, vamos acabar por abrir as janelas, o que pode eliminar qualquer ganho potencial criando um arrasto aerodinâmico. Está provado que o ar condicionado dos veículos modernos são tão eficientes que não causam qualquer consumo substancial na eficiência do motor.
De qualquer maneira, para melhorar o desempenho do motor com o ar condicionado ligado, o melhor é não conduzir a velocidades mais elevadas do que as recomendadas.

Andar em ponto morto não gasta combustível
Ao contrário do que seria de supor, andar com um veículo em ponto morto não poupa combustível. Nos carros modernos, com sistemas de injeção eletrónica, é enviado ainda mais combustível para a mistura quando deteta uma diminuição das rotações. O sistema de gestão eletrónica do veículo, entende o ponto morto como um sinal de que o motor está a desligar-se, pelo que tenta contrapor com mais combustível. Além disso, sem ter o auxílio do travão-motor em descidas, vais estar a desgastar ainda mais os travões quando os acionares.

Levar o ponteiro das rotações ao limite poupa combustível
Há quem goste de levar o ponteiro das rotações ao limite porque quer mais velocidade e há quem arraste a mudança por descuido ou preguiça. Isso só vai aumentar o consumo. A faixa ideal de passagem de relação na grande maioria dos carros situa-se em redor das 2000 rpm, pelo que, no máximo, vai até às 2500 ou 3000 rpm.

É bom dar uma aceleradela antes de desligar o motor do carro
Há quem ache que é importante dar uma última aceleradela antes de desligar o carro. Errado. Os carros modernos entendem isso como uma forma de injetar mais combustível na mistura de combustão, além de que o combustível não utilizado fica por queimar no interior dos cilindros.

Devemos andar em rotações baixas quando metemos mudanças altas
É comum pensar-se que é mais benéfico andar com o motor em mudanças altas e com as rotações muito baixas. Contudo, dessa forma o binário necessário para o correto funcionamento do motor tende a não ser atingido, esforçando ainda mais o bloco para repor o ritmo. Ou seja, mais consumo e, adicionalmente, mais esforço para o motor. Andar com as rotações acima das 1500 rpm é mais útil para uma condução desafogada.

O motor do carro precisa de aquecer antes de começar a conduzir
Os motores dos veículos modernos podem ser ligados dentro de segundos após o início, embora não devam ser submetidos a cargas extremas até que atinjam a sua temperatura normal. Além disso, a maneira mais rápida de aquecer o motor de um veículo é a conduzi-lo.

Hugo Vau junta-se à PRIO para proporcionar batismos de surf a crianças carenciadas

PRIO a energia do Surf do Hugo Vau

O mais famoso surfista de ondas grandes do País, Hugo Vau, embaixador da PRIO, estará na praia da Carcavelos no próximo dia 18 de julho, naquele que será o primeiro dia da Campanha de Responsabilidade Social PRIO – A Energia do Surf e que irá proporcionar batismos de surf a centenas de crianças carenciadas de norte a sul de Portugal.

De manhã, as crianças envolvidas nesta ação terão uma aula de surf única com Hugo Vau, em conjunto com uma equipa de apoio especializada. Já ao final do dia, todos estarão envolvidos numa ação de limpeza das praias em que serão ainda convidados a participar todos os veraneantes presentes, promovendo assim uma maior consciencialização da importância de preservar a natureza.

Esta campanha enquadra-se no Programa de Responsabilidade Social da PRIO e vai passar pelas praias de Carcavelos, Guincho, São Martinho do Porto, Matosinhos, Praia Grande, Costa Nova, Caparica e Nazaré, abrangendo quase 500 crianças oriundas da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Caldas da Rainha, Matosinhos e Almada, a Associação Casa do Caminho, a Colónia de Cascais da AAMA, a Casa da Confraria de Nossa Senhora da Nazaré, a CERCI Nazaré e a CEERIA Alcobaça, entre outras.

A-Energia-do-Surf-2018

A parceria da PRIO com o reconhecido surfista de ondas gigantes português, que é embaixador da marca desde o início do ano, consubstancia a aposta da PRIO no universo do surf e numa dimensão mais jovem. É uma parceria que vinca ainda o princípio da PRIO que defende que, mais que produzir e fornecer energia, é importante mover pessoas, ideias e sonhos.

“A PRIO, desde a sua origem, tem estado atenta às comunidades. Tentamos sempre ajudar quando nos é possível e, neste caso, ir ainda mais longe e proporcionar um dia totalmente diferente e divertido a crianças que naturalmente teriam mais dificuldade em ter esta experiência”, explica Ana Pinho, Responsável de Marketing da PRIO, sublinhando que esta iniciativa tem tudo a ver com a marca: “tem tudo a ver com movimento, tem tudo a ver com ir mais longe e, também, com uma certa dose de diversão e desafio, que pode ser transformadora sobre a forma como se vê a vida”.

Ana Pinho sublinha ainda que “a Responsabilidade Social faz parte do ADN da PRIO. Acreditamos na força impulsionadora da energia humana, que nos move a fazer mais e melhor por quem realmente importa: as pessoas”, recordando que “ao longo dos últimos 10 anos, a PRIO tem estado com os Bombeiros e Instituições de Solidariedade Social de Apoio a Crianças e Famílias Carenciadas, num compromisso de longo prazo, impulsionando o trabalho e dedicação daqueles que mais conhecem e melhor apoiam estas causas”. “Move-nos o compromisso e a visão de um futuro melhor, um futuro construído por todos nós”, conclui a mesma responsável.

Vê aqui todas os locais por onde vai passar a Energia do Surf:

  • 18/07 – Carcavelos
  • 19/07 – Guincho
  • 20/07 – São Martinho do Porto
  • 21/07 – Matosinhos
  • 25/07 – Praia Grande
  • 26/07 – Praia da Barra
  • 27/07 – Caparica
  • 28/07 – Nazaré

PRIO é o patrocinador oficial das 7 Maravilhas à Mesa

7Maravilhas

A PRIO é um dos patrocinadores e a marca portuguesa oficial de combustíveis do evento gastronómico 7 Maravilhas à Mesa. Isto significa que todas as viagens de carro para apuração das 7 Maravilhas à Mesa serão alimentadas pela PRIO.

O grande objetivo do evento é promover as regiões e o mundo rural, através da gastronomia e dos vinhos, fomentando o turismo e as experiências no território nacional. Podemos ser um país pequeno, mas somos dos mais ricos no mundo pela nossa diversidade e qualidade da comida e dos vinhos de norte a sul, passando pelas ilhas.

Reguengos de Monsaraz, Batalha, Viseu, Alijó, Odemira, Tomar e Lagoa recebem as sete Galas eliminatórias, a partir de 22 de julho, e Albufeira acolhe a Declaração Oficial das 7 Maravilhas à Mesa. Em cada uma das sete galas, transmitidas pela RTP, serão eleitas duas mesas finalistas, num total de 14. Os vencedores serão os mais votados numa oitava gala que está marcada para o dia 16 de setembro, em Albufeira.

4 truques para não ficar sem ar condicionado no verão

ar condicionado do carro

Parece que desta é que é. Agora que estamos quase a entrar oficialmente no verão, o calor chegou e, ao que tudo indica, veio para ficar. Mas se, por um lado, a ideia de ter sempre à mão o fato de banho e a toalha é fantástica, por outro, há sempre alguns perigos escondidos, especialmente para os nossos carros, que não se dão particularmente bem com temperaturas extremas.

E se a areia que se vai acumulando se pode aspirar e a poeira que se acumula sobre a pintura nos dias de praia pode lavar-se, a verdade é que há vítimas silenciosas do calor dentro do nosso carro. Uma destas potenciais vítimas é o ar condicionado. É que o esforço de manter o habitáculo fresco nos dias mais quentes pode ser demais para alguns veículos e, se não forem tomadas as precauções essenciais, corremos o risco de ficar sem forma de nos refrescar nas viagens.

Para que isto não aconteça, é importante fazer algumas manutenções periódicas ao ar condicionado do seu carro, há alguns truques simples que deve seguir no seu dia a dia e que o podem salvar de muito calor e dores de cabeça:

Ligue o ar condicionado regularmente
O uso regular do ar condicionado é um dos garantes do seu bom funcionamento. Por isso mesmo, deve fazer um esforço para ligar o ar condicionado, pelo menos, uma vez por semana, mesmo que não esteja muito calor. Isto permite manter todas as ligações desimpedidas e assegura que o mecanismo dará uma boa resposta quando puxar mais por ele.

Desligue o ar condicionado antes de desligar o carro
Este é um dos gestos que é frequentemente negligenciado aquando a utilização do ar condicionado. Ao desligarmos o carro com o ar condicionado ligado obrigamos a uma paragem brusca do sistema, podendo afetar o funcionamento do compressor.

Arrefeça o veículo antes de ligar o ar condicionado
Se deixou o carro ao sol, deixe o ar circular com os vidros abertos antes de ligar o ar condicionado. Isto reduzirá a temperatura do habitáculo e, desta forma, permitirá ao ar condicionado estabilizar mais facilmente a temperatura, com um esforço menor e menos risco de avarias.

Cuidado com as diferenças de temperatura
Caso o seu carro tenha estado ao sol durante muito tempo evite usar o ar condicionado antes que haja uma redução da temperatura interior. Se não tiver este cuidado, pode levar a que o ar frio do sistema cause rachas no pára brisas, devido ao choque térmico.